Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Drive-thru da Capital amplia testes para atender aumento da demanda

Dourados também vai aumentar as testagens nos próximos dias
22/06/2020 11:30 - Gabrielle Tavares


O Governo do Estado ampliou a quantidade de testes para coronavírus no drive-thru de Campo Grande devido à alta demanda, a partir deste segunda-feira (22) serão feitos 50 testagens a mais por dia no município.  

A capacidade agora é de 108 testes de biologia molecular (RT PCR) e 127 testes rápidos diários. A média semanal é de 156 RT-PCR e 240 testes rápidos. O horário de atendimento é das 8h às 16h e precisa ser agendado previamente pelo Disk Covid, no 67 3311 6262.  

A região que se tornou o epicentro da Covid-19 em Mato Grosso do Sul também receberá novos testes. “Vamos aumentar o número de testes em Dourados, vai ser duplicado lá. Vamos fazer parceria com a Unimed Dourados e pretendemos ampliar o atendimento para os dois períodos e até os finais de semana”, declarou o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

A parceira vai realizar treinamento de profissionais da saúde que atuam na linha de frente da macrorregião mais afetada pela doença. Além disso, a ação permitirá que drive-thru atenda também aos fins de semana.

Não há previsão para abrir outra unidade do drive-thru em Campo Grande, ainda segundo Resende, “não está no nosso horizonte agora. Mas se for necessário o Estado abre outro”, informou.

“Nas próximas semanas vai chegar doações com 68 mil testes rápidos, com possibilidade de serem com uma nova tecnologia de testagem através da Imunoglobulina M (IgM) e Imunoglobulina G (IgG)”, concluiu o secretário.

 
 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!