Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Drive-thru da Capital amplia testes para atender aumento da demanda

Dourados também vai aumentar as testagens nos próximos dias
22/06/2020 11:30 - Gabrielle Tavares


O Governo do Estado ampliou a quantidade de testes para coronavírus no drive-thru de Campo Grande devido à alta demanda, a partir deste segunda-feira (22) serão feitos 50 testagens a mais por dia no município.  

A capacidade agora é de 108 testes de biologia molecular (RT PCR) e 127 testes rápidos diários. A média semanal é de 156 RT-PCR e 240 testes rápidos. O horário de atendimento é das 8h às 16h e precisa ser agendado previamente pelo Disk Covid, no 67 3311 6262.  

A região que se tornou o epicentro da Covid-19 em Mato Grosso do Sul também receberá novos testes. “Vamos aumentar o número de testes em Dourados, vai ser duplicado lá. Vamos fazer parceria com a Unimed Dourados e pretendemos ampliar o atendimento para os dois períodos e até os finais de semana”, declarou o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

A parceira vai realizar treinamento de profissionais da saúde que atuam na linha de frente da macrorregião mais afetada pela doença. Além disso, a ação permitirá que drive-thru atenda também aos fins de semana.

Não há previsão para abrir outra unidade do drive-thru em Campo Grande, ainda segundo Resende, “não está no nosso horizonte agora. Mas se for necessário o Estado abre outro”, informou.

“Nas próximas semanas vai chegar doações com 68 mil testes rápidos, com possibilidade de serem com uma nova tecnologia de testagem através da Imunoglobulina M (IgM) e Imunoglobulina G (IgG)”, concluiu o secretário.

 
 

Felpuda


Candidato a prefeito em cidade do interior tremeu que só nas bases diante da decisão que tirou a corda do pescoço de adversário, liberando o dito-cujo para disputar a eleição.

Como acreditava que o pleito seria “um passeio”, estava até pensando no modelito que usaria no dia da posse.

Agora, teme nadar, nadar e morrer na beira da praia, deixando o terno pendurado no cabide.