Clique aqui e veja as últimas notícias!

FALTA DE MEDICAMENTOS

Escassez de anticoagulante compromete saúde de gestantes na pandemia

De acordo com o Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul, desde maio de 2020, o medicamento já estava apresentando sinais de desabastecimento
06/06/2021 13:11 - Izabela Cavalcanti


A falta do anticoagulante Enoxaparina nas farmácias têm preocupado as gestantes que necessitam do remédio.

De acordo com o Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul (CRF/MS), desde maio de 2020, o medicamento já estava apresentando sinais de desabastecimento. 

“Medicamentos como a Enoxaparina oscilam no mercado e apresentam indicação de desabastecimento desde meados de maio e junho de 2020. Temos no Brasil cerca de três fabricantes de heparina e cerca de cinco fabricantes de Enoxaparina. São medicamentos que já haviam apresentando série de indicativos de escassez e desabastecimento no mercado brasileiro”, explica o farmacêutico e doutor Adam Macedo Adami, que também e assessor técnico do CRF/MS.

Ainda conforme o profissional, a situação se tornou ainda mais preocupante durante a pandemia.

Últimas notícias

“A situação se tornou mais preocupante nesse ano de 2021 com o agravamento da pandemia a respeito dos autos custos dos laboratórios nacionais para importar a Enoxaparina. Realmente vivemos um preocupante quadro de falta e desabastecimento desse remédio”, acrescenta.

Nas redes sociais, a ginecologista e obstetra Maria Auxiliadora Budib faz um apelo pedindo para doarem o remédio para quem precisa. “Se você tem Enoxaparina (Clexane/Versa) e pode fazer doação, entre em contato conosco. Muitas gestantes de alto risco estão precisando e não há nas farmácias”, ressalta.

Uma leitora, que preferiu não se identificar, disse que está há dias procurando pelo medicamento e não encontra. 

“Estou temendo a vida. Eu necessito desse remédio e não estou achando”, relata.