Clique aqui e veja as últimas notícias!

ECONOMIA

Nota Premiada aumenta emissão de notas fiscais com CPF e gera cerca de R$ 30 milhões para o Estado

Cerca de 19% das notas fiscais emitidas neste ano foram com CPF, contabilizando acréscimo na arrecadação do Estado
03/12/2020 09:32 - Gabrielle Tavares


De acordo com o Governo do Estado, com o aumento da emissão de notas fiscais com o CPF do consumidor, Mato Grosso do Sul já contabiliza acréscimo na arrecadação. Cerca de R$ 30 milhões entram todos os meses nos cofres do Estado a partir da emissão de notas fiscais com o número do documento.

A Unidade de Educação Fiscal da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) informou que aproximadamente 342 milhões de cupons fiscais foram emitidos em Mato Grosso do Sul de janeiro a novembro de 2020, 21% com a inclusão do CPF.

Acompanhe as últimas notícias

“Percebemos a mudança de hábito do sul-mato-grossense. Chegamos ao patamar de ter o CPF em 21% das notas emitidas. Esse percentual no final de 2019 era de 8%”, relatou o chefe da Sefaz-MS, Amarildo Cruz.

O programa Nota MS Premiada foi criado para combater a sonegação de impostos no Estado, por meio da identificação na nota fiscal.

“Só se fecha uma transação comercial quando existem dois polos: o que vende e o que compra. Para nós, o CPF na nota confirma que aquele imposto referente àquela transação não será negado. O interesse do Governo não é no consumidor. É no contribuinte (empresa)”, explica Cruz.