Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COVID-19

"Apesar dos nossos esforços, leitos deverão ser insuficientes”, diz secretário de Saúde

Estado confirmou 1.050 novos casos e Geraldo Resende disse que doença continuará em expansão até setembro
13/08/2020 12:02 - Glaucea Vaccari


Mato Grosso do Sul voltou a ultrapassar a casa dos mil casos confirmados de covid-19 em um dia, com 1.050 novos registros e 12 mortes, conforme boletim divulgado hoje pela Secretária Estadual de Saúde (SES).

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, os números demonstram que a doença ainda está muito presente e avançando no Estado, e que ainda está presente o risco de colapso no sistema de saúde.

“É um crescimento assustador porque parte desses casos novos certamente vão exigir leitos clínicos e de UTI. Apesar do nosso esforço, da parceria com Campo Grande, com instituições hospitalares pública e privadas, avançamos na construção de leitos novos de UTI, leitos deverão ser insuficientes se não fizermos o que é dever de todos”, disse o secretário.

Secretário reforçou que o Estado chegou no limite de abertura de novos leitos devido a falta de médicos intensivistas.

Na macrorregião de Campo Grande 79% dos leitos de UTI estão ocupados, de Dourados 50%, macrorregião de Três Lagoas 34% e macrorregião de Corumbá com 74% de ocupação.

"Os dados nos assustam e mostram que estamos corretos quando anunciamos que a doença está em expansão, por vários fatores, mas o principal é a pouca colaboração da nossa gente na principal medida que possa conter a doença que é o isolamento social", afirmou Resende.

"As cidades continuam na taxa de isolamento social muito pequena, horrorosa e pecaminosa porque mostra a pouca preocupação que o cidadão tem com os seus irmãos, amigos, co-cidadãos", acrescentou.

 
 

Boletim

Mato Grosso do sul tem 34.559 casos confirmados de Covid-19 e 570 mortes pela doença.

Dos 1.050 casos confirmados em 24 horas, mais da metade foi em Campo Grande, com 660, seguida por Sidrolândia com 56, Dourados (38), Aquidauana (26) e Miranda (25).

Com relação as 12 mortes, oito vítimas eram de Campo Grande e uma cada nos municípios de Sidrolândia, Aquidauana, Costa Rica e Sidrolândia.

Dos 34.559 casos confirmados, 5.554 estão em isolamento domiciliar, 27.925 estão sem sintomas e já estão recuperados e 510 estão internados. Seis pacientes internados são procedentes de fora do Estado.

"Setembro espero que possa ser um mês com melhor performance, que haja um declínio do crescimento, mas acho que até o fim do mês de agosto haverá crescimento", disse o secretário.

 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!