Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

BOLETIM

Com 163 novas confirmações, Mato Grosso do Sul ultrapassa 80 mil casos de Covid

Apesar do alto número, mais de 74 mil já estão recuperados da doença
26/10/2020 12:03 - Glaucea Vaccari


Mato Grosso do Sul teve 163 novos casos confirmados de Covid-19, ultrapassando os 80 mil casos confirmados desde o início da pandemia, com 80.064.

Média móvel de casos dos últimos sete dias é de 367,7 confirmações por dia, segundo boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (26).

Quanto as mortes, foram duas novas vítimas, sendo um homem de 43 anos, de Naviraí, sem nenhuma doença pré-existente, e uma mulher de 90 anos, de Campo Grande, com doença cardiovascular cônica e hipertensão.

“Dois óbitos é um número muito pequeno, mas que certamente haverá correções tendo em vista ser final de semana”, demonstrou preocupação o secretário de Saúde, Geraldo Resende.  

No total, 1.555 pessoas foram a óbito em decorrência da Covid-19 no Estado. Média móvel de mortes é e 8,3 por dia.

A taxa de contágio voltou a cair, passando de 0,92% para 0.91%, o que significa que para cada 100 casos confirmados outros 91 podem ser contaminados.

Secretária adjunta de Saúde, Christine Maymone, também reforçou que os números não significam que a pandemia está controlada.  

“Ainda falta estabilidade nos números, então, não se iludam em relação à doença, ainda não baixamos, por exemplo, o número de casos internados”, destacou.

Nesta segunda-feira, 312 estão internadas, sendo 173 em leitos clínicos e 142 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  

Há ainda 3.613 pessoas com Covid-19 que cumprem isolamento domiciliar.

 
 

Felpuda


Figurinha cuja eleição estava sub judice trabalha intensamente para ter a votação legalizada. Isso acontecendo, garante uma das cadeiras de vereador. Assim, quem hoje foi proclamado eleito vai para a fila da suplência.

Caso isso ocorra, a figurinha que corre o risco não deverá ficar desamparada, pois deixou secretaria municipal para disputar as eleições e poderá ter a cadeira de volta em 2021. Agora, resta esperar para ver onde vai parar.