Clique aqui e veja as últimas notícias!

SAÚDE

Pandemia e desinformação fazem taxa de vacinação infantil cair em todo Estado

A BCG vacinou 49,08% neste ano, enquanto em 2019 o índice de imunização foi de 113,54%
10/09/2020 12:29 - Gabrielle Tavares


A taxa de vacinação diminuiu em Mato Grosso do Sul. De acordo com dados do Ministério da Saúde, as nove vacinas que são aplicadas em crianças de 0 a 2 anos, ainda não alcançaram as metas traçadas para este ano.

A vacina BCG, responsável pela proteção de crianças contra as formas mais graves da tuberculose, como meningite tuberculosa e tuberculose miliar, possui taxa de vacinação de 49,08% neste ano. Enquanto em 2019 o índice de imunização foi de 113,54%. O Programa Nacional de Imunização prevê como índice ideal 90% de cobertura vacinal.

Já a Hepatite B, que previne a infecção do fígado em crianças menores de 1 ano, o índice se manteve abaixo dos 95% previsto. Ano passado o índice de imunização foi 85,19%, mas nos primeiros nove meses de 2020 registram 62,36%.  

Rotavírus, que protege os bebês das doenças diarreicas agudas (DDA), ultrapassou no ano passo o índice de 90%, fechando em 94,12% de cobertura. Neste ano, até o momento o índice está em 65,78%.

Em crianças menores de 2 anos, a vacina tríplice viral, que combate o sarampo, caxumba e a rubéola, fechou 2019 com 104,53%, acima do recomendado que é 95%. Neste ano, o percentual está em 62,10%.  

A Hepatite A, que afeta o fígado por via oral-fecal, causando infecção aguda, registrou 93,74% de cobertura. Neste ano, apenas 58,39% do público-alvo foi vacinado.