Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Testes particulares de Covid-19 custam de R$ 139 a R$ 400

Pesquisa realizada pelo Procon aponta variação de até 157% nos preços
09/07/2020 13:34 - Glaucea Vaccari


 

Aumento de casos da Covid-19 em Mato Grosso do Sul fez gerou um aumento exponencial na procura pelos testes de coronavírus. Com a alta demanda, agendar o exame pela rede pública pode demorar alguns dias por causa das vagas e muitas pessoas têm procurado pelos testes na rede particular. Pesquisa divulgada hoje pelo Procon aponta variação de até 157% nos preços cobrados em farmácias e laboratórios de Campo Grande. (Confira a lista completa abaixo).

Levantamento de preços foi realizado entre os dias 7 e 8 de julho, em três exames, o RT-PCR, sorologia (IgM e IgG) e teste rápido (IgM e IgG), em 15 estabelecimentos, sendo duas farmácias, 10 laboratórios e três hospitais. O menor preço encontrado foi de R$ 139 no teste rápido e o maior de R$ 400, no RT-PCR.

No teste de RT-PCR, que identifica o vírus ativo, com amostras coletadas através de swabs (cotonetes) de nariz e garganta, o menor preço encontrado foi de R$ 300, no Proncor, e o maior de R$ 400, nos laboratórios Analisa Diagnósticos, Bio Diagnostic e Ultramedical, variação de 33%,

Já no teste de sorologia, que é feito para identificar os anticorpos em amostras de soro coletadas por punção venosa em laboratório, preços variam de R$ 250 a R$ 350, diferença de 40%.

O teste rápido, onde é colhida amostra de sangue por punção digital, também para identificar anticorpos, registrou a maior diferença de preços, sendo encontrado de R$ 139 na Farmácia Pague Menos a R$ 360, no Analisa Diagnósticos, variação de 157%.

Os testes de sorologia e o rápido devem ser feitos a partir da segunda semana do início dos sintomas, quando a quantidade de vírus diminui e já há produção de anticorpos. 

Alguns laboratórios fazem o exame de Covid-19 somente com indicação médica.

 
 

Confira a lista completa com tipo de exame, preços e local:

 
Estabelecimento ComercialTeste Covid - 19
Exame RT - PCRExame de Sorologia IgG / IgMTeste Rápido - IgG / IgM
Farmácias   
Drogasil--R$ 140,00
Pague Menos--R$ 139,90
Hospitais   
Clínica Campo Grande-R$ 350,00R$ 350,00
Hospital Geral El KadriR$ 350,00R$ 350,00R$ 350,00
ProncorR$ 300,00-R$ 270,00
Laboratórios   
Analisa DiagnósticosR$ 400,00R$ 250,00R$ 360,00
DNA Laboratório LabneoR$ 350,00R$ 340,00R$ 290,00
LabclinR$ 345,00R$ 350,00R$ 300,00
Lab SaúdeR$ 350,00R$ 250,00R$ 250,00
Laboratório CelulaR$ 380,00R$ 330,00R$ 260,00
LBD - Laboratório Bio DiagnosticR$ 400,00R$ 300,00R$ 280,00
Labminei Laboratório de Patologia ClínicasR$ 380,00R$ 300,00R$ 270,00
Laboratório Oswaldo Cruz MS-R$ 250,00-
Sabin Medicina DiagnósticaR$ 350,00R$ 300,00R$ 300,00
Ultramedical Centro de Diagnóstico em MedicinaR$ 400,00R$ 300,00R$ 280,00
    
Menor PreçoR$ 300,00R$ 250,00R$ 139,90
Maior PreçoR$ 400,00R$ 350,00R$ 360,00
Variação do Preço33%40%157%
 

Endereços:    

Drogasil: Rua Jeriba, 553 - Chácara Cachoeira, Campo Grande;    

Pague Menos: Taguarussu, Avenida  Bandeirantes, 1287 - Guanandi;    

Clinica Campo Grande:  Rua Mal. Rondon, 1703 - Centro;    

Hospital Geral El Kadri: Rua  Dr. Arthur Jorge, 295 - Centro;    

Hospital Proncor: Rua Raul Píres Barbosa, 1800 - Chácara Cachoeira    

Analisa Diagnósticos: Rua Rui Barbosa, 3682 - Centro;    

DNA Laboratório Labneo: Avenida Afonso Pena, 944 - Amambai;    

Labclin: Rua Mal. Rondon, 1964 - Centro;    

Lab Saúde: Rua Mal Cândido M Rondon, 1703 - Centro;    

Laboratório Célula: R. Abrão Júlio Rahe, 87 - Centro;    

LBD - Laboratório Bio Diagnostic: Rua José Antõnio, 2317 - Monte Castelo;    

Labminei Laboratório de Patologia Clinicas: Rua Rui Barbosa, 3956 - Monte Castelo;    

Laboratório Oswaldo Cruz MS: Rua Maracaju, 937 - Centro;    

Sabin Medicina Diagnóstica: Avenida Afonso Pena, 3813 - Jardim dos Estados;    

Ultamedical Centro de Diagnóstico em Medicina: Rua Pernambuco, 671 - São Francisco.    

 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!