Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Transporte coletivo terá linhas reduzidas no domingo e feriado

Horários também foram alterados para evitar que população saia de casa
17/04/2020 18:33 - Glaucea Vaccari


 

Transporte coletivo irá operar com linhas reduzidas no domingo (19) e no feriado de Tiradentes, na terça-feira (21), em Campo Grande. De acordo com a Agência Municipal de Transporte e Transito (Agetran), medida é para evitar que as pessoas saiam de casa nas datas em que muitos serviços não estarão funcionando.  

Segundo comunicado do Consórcio Guaicurus, estarão operando 11 linhras, que atenderão por região, sendo elas:

  • 050 - Hospitais / Centro
  • 129 - Aero Rancho / Região
  • 130 - Moreninhas / Região
  • 232 – Mata do Jacinto / Região
  • 240 – Santa Luzia / Região
  • 327- Santa Emília / Região
  • 328 – Coophavila / Região
  • 413 – Indubrasil / Região
  • 420 – Júlio de Castilho / Região
  • 523 – Maria Aparecida Pedrossian / Região
  • 525 – Itamaracá / Região

Horários também foram alterados e os coletivos irão rodas das 4h40 às 8h30, das 9h50 às 13h30 e das 15h50 às 20h20.

As mudanças foram apenas nas linhas e horários, mas decretos sobre o funcionamento do transporte coletivo durante a pandemia do coronavírus, que permite apenas viagens com passageiros sentados. Em casos de desobediência, motoristas estão autorizados a acionar a Guarda Municipal para tomar medidas, como retirar o passageiro desobediente do veículo até aplicação de multa. Também é recomendado o uso de máscaras para todos os passageiros. 

Usuários do transporte coletivo podem consultar os horários e itinerários que estarão operando no site do Consórcio Guaicurus. 

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.