Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NOVA APRESENTADORA

Agora, Carolina Ferraz é a menina dos olhos da Record

A atriz e apresentadora é o grande destaque entre as mudanças no “Domingo Espetacular”
16/07/2020 16:06 - Márcio Maio/TV Press


Desde o fim de 2017, quando deixou o GNT e já depois de ter sido dispensada pela Globo, Carolina Ferraz estava fora da tevê. Há algum tempo, porém, era sabido que tanto o SBT quanto a Record tinham interesse em tê-la em seu casting. Bastava apenas encontrar o melhor posto para a atriz e apresentadora. Com a proposta de renovação no “Domingo Espetacular”, surgiu então o espaço ideal para recebê-la, já que, aos 52 anos, não parece estar nos planos da goiana voltar a se comprometer com novelas. Ponto para a Record, porque até as alterações feitas no cenário do programa chamaram menos atenção que a estreia de Carolina na emissora.  

Antes de mais nada, é preciso lembrar que Carolina Ferraz já deu expediente como apresentadora de uma revista eletrônica antes. Inclusive, do principal concorrente do próprio “Domingo Espetacular”, o “Fantástico”, da Globo, entre 1992 e 1993. Antes, ficou cinco anos na extinta Manchete, também à frente do “Programa de Domingo”. Ou seja, a estreia na Record é para Carolina, na verdade, um retorno às suas origens na carreira. E isso fica nítido ao vê-la com Eduardo Ribeiro como âncora do dominical da Record.  

A função de Carolina ali, porém, não se resume a comandar o “Domingo Espetacular” do estúdio. Ela também fica responsável por matérias que deve escolher a dedo. Pelo menos a julgar pela exibida em sua estreia no posto, no último domingo, sobre a reabertura de restaurantes em São Paulo, diante da flexibilização de medidas para conter a pandemia do novo coronavírus. Afinal, a culinária é uma das áreas de interesse da apresentadora – seu último programa antes desta nova fase, no GNT, era o “Receitas da Carolina”.  

Além da chegada de Carolina Ferraz, o “Domingo Espetacular” também estreou cenário novo no último domingo, dia 12. Agora, tudo é virtual e torna-se uma forma do telespectador já começar a ter contato com o assunto das matérias enquanto os âncoras as anunciam. A novidade também incentiva Eduardo e Carolina a se movimentarem mais, tornando a apresentação mais dinâmica.  

Quanto à linha editorial, curiosamente, poucas foram as referências à Covid-19 no primeiro “Domingo Espetacular” apresentado por Carolina Ferraz. A aposta em pautas mais leves, de entretenimento, é grande. Mesmo assim, o programa não deixou de lado outros assuntos mais densos, como o – até então – desaparecimento da atriz Naya Rivera e uma reportagem especial sobre a falta de condições de trabalho de peritos criminais para atestar a existência de novas drogas sintéticas. Ao que parece, a ideia é justamente essa: mesclar temas mais suaves com pautas investigativas e materiais exclusivos.

 
 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.