Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TELEVISÃO

Bruno Gadiol revê sua estreia nas novelas

O ator está de volta ao ar na reprise de “Malhação: Viva a Diferença”
19/07/2020 10:00 - Caroline Borges/TV Press


As câmeras de tevê já eram bastante conhecidas por Bruno Gadiol durante “Malhação: Viva a Diferença”. Apesar de ter estreado na dramaturgia a partir da trama de Cao Hamburger, o ator de 22 anos havia sido apresentado ao universo da televisão durante sua participação na quinta temporada do “The Voice Brasil”, em que foi semifinalista. Porém, foi o dia a dia nos estúdios do folhetim que mostraram a tevê de uma forma diferente e sólida para Bruno. “Foi meu primeiro personagem no audiovisual, por isso ele tem um espaço mais que especial no meu coração. Foi meu presente de 18 anos. Eu aprendi bastante com todos os envolvidos no projeto. Somou muito para a minha bagagem profissional”, explica Bruno, que vive o retraído pianista Guto na reexibição do enredo infantojuvenil. “É muito gostoso revisitar o trabalho. A gente se vê com uma distância bem maior do que na época da gravação. Sinto muito orgulho de ter feito parte de uma obra que fez sucesso e está sendo reapresentada”, completa.

Na trama, Guto é aluno do fictício Colégio Grupo. Músico talentoso, ele acaba se aproximando da doce e tímida Benê, papel de Daphne Bozaski. A afinidade entre os dois tem início na paixão pelo piano e vai ganhando força durante os capítulos. Guto começa a dar aulas para jovem e os dois acabam se envolvendo. “Acho que o que despertou o interesse das pessoas é justamente por eles serem um casal tão inesperado. Acho que muitas pessoas sonham com alguém, ou com algum tipo de relacionamento que acham que não é possível acontecer. Os personagens buscavam alguém e eles eram improváveis de estar juntos, mas, mesmo assim, rolou o amor. As pessoas se inspiram e se realizam neles”, defende. Durante as gravações, Bruno se aproximou bastante de Daphne. Os dois contaram com diversas sequências juntos diante das câmeras. “Contracenar com a Daphne foi uma aula. Ela é muito talentosa, tem uma experiência em teatro muito legal. As lembranças que eu tenho desse trabalho são das vezes em que a gente passava o texto, íamos para a casa um do outro para saber bem o que a gente queria transmitir com determinada cena e seguir o principal objetivo”, relembra.

Nome: Bruno Gadiol Antoniassi

Nascimento: Em 6 de junho de 1998, em São Paulo.

Atuação inesquecível:Cena do beijão da Benê e do Guto na praia”. 

Um momento marcante na carreira: O Emmy internacional de ‘Malhação - Viva A Diferença’”. 

O que falta na televisão:Mais representatividade”. 

O que sobra na televisão:Notícias ruins”. 

Com quem gostaria de contracenar: Julia Roberts.

Se não fosse ator, o que seria:Cantor (risos)”.

Ator preferido: Robert De Niro.

Atriz preferida: Julia Roberts.

Novela preferida: “Avenida Brasil”, de 2012, da Globo.

Vilão marcante: Carminha, interpretada por Adriana Esteves em “Avenida Brasil”. 

Que novela gostaria que fosse reprisada: “Viver A Vida”, de 2009, da Globo.

Que papel gostaria de representar: Um bem difícil e complexo de compor”. 

Filme: “Um Lugar Chamado Notting Hill”, de Roger Michell.

Autor predileto: Julia Cameron.

Diretor favorito: Ryan Murphy.

Vexame: Estar com a cueca rasgada em uma cena em que eu estava usando saia”. 

Uma mania:Várias”. 

Um medo:De passar por imigrações. Não dá um medo? (risos)”.

Projeto: “Meu primeiro álbum”.

 
 

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!