Clique aqui e veja as últimas notícias!

RECORDE

Apreensão de drogas em Mato Grosso do Sul chega a 707 toneladas só neste ano

É como se a polícia apreendesse 2,1 toneladas de drogas pode dia no Estado
05/12/2020 13:03 - Gabrielle Tavares


De acordo com levantamento da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), policiais estaduais apreenderam mais de 707 toneladas de drogas em Mato Grosso do Sul, de janeiro a novembro deste ano, maior índice já registrado pela unidade.

O aumento é de 103% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram apreendidas pouco mais de 348 toneladas de drogas.

É como se a polícia apreendesse 2,1 toneladas de drogas pode dia no Estado.

A maioria dos entorpecentes, mais de 693 toneladas, é de maconha. Seguida de drogas sintéticas, com mais de 11 toneladas; de cocaína, com 2,3 toneladas; pasta base, com mais de 1 tonelada; haxixe, 341,1 quilos; e crack, 36,8 quilos.

Das 707,8 toneladas apreendidas, 258,5 foram tiradas de circulação pelo Departamento de Operações de Fronteira (DOF), a maioria na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai.

 
 

“Para atingir estes resultados ampliamos a capacidade da nossa Coordenadoria de Inteligência e implementamos ferramentas que aperfeiçoaram o processamento dos dados coletados”, afirma o diretor do DOF, coronel Wagner Ferreira da Silva.

Em Campo Grande, a Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar) apreendeu quase 10 toneladas de entorpecentes.

A unidade da Polícia Civil também destruiu mais de 62,9 toneladas por meio de incinerações realizadas na Capital este ano.

O secretário de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira atribuiu ao recorde de apreensões, ao incremento das fiscalizações com a Operação Hórus, realizada no Estado por meio de parceria entre a Sejusp e o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), via Secretaria de Operações Integradas (Seopi).