Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FRONTEIRA

Comboio de 20 carros contrabandeava R$ 3 milhões em iPhones, Xiaomis e PlayStations

Contrabandistas foram interceptados por policiais do DOF
02/07/2020 21:31 - Eduardo Miranda


 

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) interceptaram nesta quinta-feira (02) um comboio que transportava itens contrabandeados avaliados em R$ 3 milhões, na manhã de ontem, na MS-379, entre as cidades de Laguna Carapã e Dourados.  

Os oito veículos apreendidos levavam nada menos do que 1.134 smartphones da MI, a maioria (952) com a marca Xiaomi; 25 aparelhos iPhone, da Apple; 6 celulares Motorola; 182 smartphones MI; 195 celulares de marcas diversas; 4 videogames de PlayStation; 8 volumes de essência para narguilé; uma caixa de adaptador Wi-Fi; e outros produtos diversos.

Na estimativa de valores, o DOF incluiu o valor dos vinte automóveis apreendidos que levavam o material contrabandeado do Paraguai.  

Os ítens que estavam nos 20 automóveis foram levados para  a Receita Federal de Ponta Porã. Os automóveis tinham placas das cidades de Dourados (MS), Astorga (PR), Garça (SP), Presidente Prudente (SP), Rinópolis (SP), Mendonça (SP), Teodoro Sampaio (SP), Belo Horizonte (MG), Uberlândia (MG), São José do Rio Preto (SP), Ribeirão Preto (SP) e José Bonifácio (SP).

Os policiais também detiveram 19 pessoas: 16 homens e três mulheres.  

No mês passado, em Maracaju, os mesmos policiais do DOF haviam retido outra carga com centenas de aparelhos celulares contrabandeados: 248.  

Policiais entrevistados pelo Correio do Estado, informaram que o fechamento do comércio na fronteira Brasil - Paraguai tem aumentado a demanda por aparelhos de eletrônicos de maior valor agregado do lado brasileiro. 

 
FRONTEIRA: DOF apreende megacomboio com 20 carros recheados de produtos contrabandeados - DOF/Divulgação
 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.