Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BANDEIRANTES

Gaeco age para conter fraude em prefeitura do MS

Mandados estão cumpridos na Capital e em outras três cidades
02/06/2020 08:49 - Adriel Mattos


O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPMS), deflagrou na manhã desta terça-feira (2) a Operação Sucata Preciosa, que investigar crimes de peculato, fraude em licitação, falsidade e corrupção na prefeitura de Bandeirantes, cidade no centro-norte do Estado.  

A ação conta com apoio da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque (BPChq).

Estão sendo cumpridos 25 mandados de busca e apreensão em Bandeirantes, Campo Grande, Dourados e Presidente Venceslau (SP). A sede da prefeitura é um dos alvos da operação. Segundo o MPMS, as fraudes ocorriam na celebração em contratos celebrados pelo município com empresas para a manutenção da frota municipal.

 
 

Felpuda


Candidato a prefeito de cidade do interior foi buscar “inspiração” para elaborar seu programa de governo.

Assim, não se fez de rogado em beber da fonte de prefeito que tenta a reeleição em município da Bahia.

O dito-cujo cá dessas bandas copiou as propostas e vinha as apresentando como sendo de sua autoria.

A população já descobriu o plágio e ainda aguarda uma explicação.

Se não houver, as urnas certamente a darão.