Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CAMPO GRANDE

Marcos Trad amplia vantagem sobre adversários na reta final, aponta pesquisa

Levantamento do IPR mostra crescimento de Trad e Harfouche e indica possibilidade de vitória do prefeito no primeiro turno
13/11/2020 05:50 - Eduardo Miranda


Pesquisa IPR/Correio do Estado mostra que o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), ampliou a vantagem sobre seus adversários na reta final desta eleição municipal. O mesmo levantamento indica que, se o cenário aferido nas entrevistas realizadas entre os dias 7 e 10 de novembro for mantido, Trad será reeleito no primeiro turno.  

No cenário que leva em consideração somente os votos válidos, que é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral na totalização dos votos, Trad aparece com ampla vantagem sobre seus adversários, com 61,44% da preferência do eleitor. Na pesquisa anterior, neste mesmo cenário, o prefeito tinha 53,36% da preferência do eleitor.  

O segundo colocado neste cenário é o candidato do Avante, o procurador Sérgio Harfouche. Ele teria 10,92% neste levantamento e avançou em relação ao anterior, quando tinha 7,95% dos votos.

O terceiro colocado é o deputado estadual Pedro Kemp (PT), com 6,34% das intenções de voto neste cenário. Vinicius Siqueira (PSL), com 4,93%; Dagoberto (PDT), 3,70%; Marcio Fernandes (MDB), 3,52%; Delegada Sidneia (Podemos), 2,46%; Marcelo Miglioli (Solidariedade), 1,94%; Esacheu Nascimento (PP), 1,58%; Paulo Matos (PSC), 0,88%; Cris Duarte (PSOL), 0,70%; Marcelo Bluma (PV), 0,70%; João Henrique (PL), 0,53%; Guto Scarpanti (Novo), 0,35%; e Thiago Assad (PCO), que não pontuou nesta modalidade.  

A pesquisa IPR/Correio do Estado está registrada na Justiça Eleitoral sob o número MS-09842/2020. O índice de confiança é de 95%, o que significa que a probabilidade de que o resultado seja fiel à realidade é de 95%. A margem de erro é de 3,8 pontos porcentuais, para cima ou para baixo.  

“É importante lembrar que os votos válidos são uma projeção, fazemos uma projeção, o número de votos, a partir dos indecisos”, explica Aruaque Barbosa, diretor do IPR. “Em relação à última pesquisa, observamos o crescimento de Trad e de Harfouche. O Harfouche, porém, tem uma incerteza jurídica, que pode atrapalhá-lo”, complementa.

 

ESTIMULADA

A pesquisa estimulada mostra os quatro primeiros colocados com crescimento em relação ao levantamento anterior. Neste cenário, em que os votos brancos e nulos e os eleitores indecisos são considerados, Trad passou de 46,46% na pesquisa divulgada no dia 26 de outubro para 53,69% na pesquisa atual.  

Harfouche manteve a segunda posição e também cresceu na pesquisa, passando de 6,92% para 9,54%. Kemp, que tinha 5,23%, agora tem 5,54% das intenções de voto. Vinicius Siqueira passou de 4,15% a 4,31%.  

Quem caiu na pesquisa foi Dagoberto, que em outubro tinha 5,54% das intenções e agora tem 3,23%. Marcio Fernandes caiu de 3,23% para 3,08% e a Delegada Sidneia também caiu, de 3,69% para 2,15%. Na sequência, aparecem Marcelo Miglioli (1,69%), Esacheu (1,38%) Paulo Matos (0,77%), Cris Duarte (0,62%), Marcelo Bluma (0,62%), João Henrique (0,46%), Guto Scarpanti (0,31%) e Thiago Assad, sem pontuação.  

Os brancos e nulos são 6,46%, e os que não souberam ou não responderam representam 6,15%.  

 
 

REJEIÇÃO

Quando se trata de rejeição, Pedro Kemp aparece na frente, com 18,46%. Em segundo lugar, quando perguntados em quem não votariam de jeito nenhum, os eleitores falaram em Dagoberto: 16,46%. O prefeito Marcos Trad é o terceiro mais rejeitado: 16%.

Aparecem na sequência neste quesito Vinicius Siqueira (4,15%); Promotor Harfouche (2,77%); Marcelo Bluma (2,15%); Delegada Sidneia Tobias (1,23%); Paulo Matos (0,92%); João Henrique (0,77%); Esacheu (0,62%); Miglioli (0,62%); Marcio Fernandes (0,46%); Cris Duarte (0,31%); Scarpanti (0,15%); Thiago Assad (0,15%).  

Um total de 26,46% dos eleitores não rejeitam nenhum dos candidatos. Não souberam ou não responderam 6,92% dos eleitores, enquanto 1,38% disse que anulará o voto ou votará em branco.  

 

ESPONTÂNEA

Na pesquisa espontânea, Marcos Trad foi lembrado por 50,77% dos eleitores e Sérgio Harfouche por 7,69%. Na sequência, aparecem Pedro Kemp (3,69%); Vinicius Siqueira (2%); Marcio Fernandes (1,23%); Delegada Sidneia (1,08%); Dagoberto (0,77%); Miglioli (0,77%); Esacheu (0,62%); Bluma (0,62%); Cris Duarte (0,31%); Scarpanti (0,31%); João Henrique (0,31%); e Paulo Matos (0,31%).

Neste levantamento, 4,62% disseram que votarão branco ou nulo e 24,92% não quiseram ou não souberam responder.

 
 

Felpuda


Figurinha cuja eleição estava sub judice trabalha intensamente para ter a votação legalizada. Isso acontecendo, garante uma das cadeiras de vereador. Assim, quem hoje foi proclamado eleito vai para a fila da suplência.

Caso isso ocorra, a figurinha que corre o risco não deverá ficar desamparada, pois deixou secretaria municipal para disputar as eleições e poderá ter a cadeira de volta em 2021. Agora, resta esperar para ver onde vai parar.