Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MOTO

As novidades da nova Kawasaki Z900

Com visual mais moderno, linha 2021 da supernaked incorpora recursos eletrônicos e tecnologia
15/07/2020 08:58 - Luiz Humberto Monteiro Pereira/AutoMotrix


A Z900 chega à linha 2021 mais tecnológica. Além de aprimoramentos no chassi e nas suspensões, a supernaked da Kawasaki incorpora painel TFT e Bluetooth. Isso permite conectar a moto ao smartphone e ter acesso a diferenciais como o KTRC (Kawasaki Traction Control) e o Power Mode (Controle de Entrega de Potência), que podem ser combinados por meio do Riding Mode, dispondo de quatro opções de escolha: Sport, Road, Rain e Rider (configuração manual). No aspecto visual, as carenagens mais minimalistas reforçam o visual agressivo e o porte da Z900, bem como as novas aletas de proteção, na tampa do tanque de combustível e na traseira. Todo o sistema de iluminação - farol, luz de placa, setas, lanterna traseira e luz de posição - agora utiliza leds. A lanterna manteve o já tradicional formato “Z”, característica da família naked Kawasaki. Segundo a fabricante, o novo desenho do farol contribui para o aspecto de predador em posição de ataque. 

O motor de 948 cilindradas da Z900 entrega torque de 10,1 kgfm a 7.700 rpm e gera potência de 125 cavalos a 9.500 rpm, os maiores números do segmento. E o modelo ainda traz algumas novas tecnologias de gerenciamento eletrônico. Com o Controle de Tração (KTRC) atuando em tempo real, é possível selecionar um dos três modos de acordo com as habilidades do piloto e o desempenho desejado. No Modo 1, menos interferências eletrônicas e mais “tocada”, algo que auxilia na pilotagem esportiva com foco em curvas, facilitando o controle da aceleração e da aderência. No Modo 2, as interferências acontecem um pouco antes, oferecendo um misto de esportividade e casualidade na pilotagem, com pequenas correções feitas pelo sistema. Já no Modo 3, o mais intrusivo, ao detectar que a roda está girando em falso, os sensores enviam sinais para a ECU que reduz a potência na roda a fim de encontrar o ponto de tração e manter a trajetória sob controle. Esse é o modo ideal para uso em piso molhado, no cascalho e em outros de baixa aderência. Há ainda a possibilidade de se desligar os recursos e sentir o poder do motor de maneira visceral. Os novos pneus Dunlop Sportmax Roadsport 2 proporcionam melhor aderência.

O Power Mode permite definir um mapa de potência para a supernaked da Kawasaki. Com o mapa na posição Low, aproximadamente 55% da potência total fica disponível. No modo Full, 100% dos 125 cavalos a 9.500 rpm estão liberados. A seleção Low é ideal para situações de baixa aderência, e o nível de potência pode variar conforme as condições de rpm do motor e a posição do acelerador, aumentando a sensação de controle da motocicleta. De acordo com a Kawasaki, graças à adequação do escapamento a níveis ainda menores de emissão de poluentes. Com as novas modificações, em qualquer faixa de rotação do motor, o ronco fica mais encorpado e agradável.

 
 

Para facilitar o gerenciamento da parte eletrônica por quem pilota a nova Z900, o Riding Mode conta com quatro opções: Sport, Road, Rain ou Rider. O modo Sport ativa em conjunto o controle de tração KTRC nível 1 e o Power Mode Full. No Road são acionados o KTRC 2 com Power Mode Full. Para manter o controle em pisos de baixa aderência, o ideal é usar a seleção Rain, que ativa o KTRC 3 e o Power Mode em Low. Com o Rider, o piloto pode combinar quaisquer modos do controle de tração com o de potência que desejar. As diferentes combinações podem ser feitas durante a pilotagem no joystick localizado no punho esquerdo.

O painel TFT tem tela de 4,3 polegadas (10,9 centímetros) e permite escolher entre duas cores de fundo com três níveis de luminosidade cada. Fornece informações como velocímetro e conta-giros digitais, indicador de marcha, shift light (barra de rpm muda de cor e fica toda laranja, indicando o momento para a troca de marcha), nível de combustível, hodômetros total e dois parciais, consumo de combustível instantâneo e previsão de distância na reserva, velocidade média, tempo total, relógio, temperatura do líquido de arrefecimento, voltagem da bateria, lembrete da agenda de manutenção, de troca de óleo, indicadores dos sistemas atuantes (Riding Mode, KTRC, ABS), notificação de e-mail e chamadas do smartphone, Bluetooth e indicador de modo Eco.

A conexão com smartphone possibilita fazer ajustes e selecionar quais softwares utilizar pelo Rideology The App. Pelo histórico da moto, dá para ter acesso aos arquivos de dados de pilotagem, receber notificações do celular direto no painel enquanto pilota ou salvar as configurações favoritas da moto em seu aparelho. Ao se aproximar da moto, basta fazer o pareamento e aproveitar a pilotagem da melhor forma possível. Para aqueles que participam de Track Days, é possível acessar dados similares à telemetria das motos de competição, rever no mapa as condições de velocidade, rpm e marcha, de acordo com o ponto do percurso em um gráfico de fácil leitura, além dos dados de aceleração, frenagem e até mesmo de força G, entre outros, para incrementar ainda mais os treinos e as conversas após um dia de pista.

O preço público sugerido para a Kawasaki Z900 2021 é de R$ 47.990 mais o frete. Mas uma ação de pré-venda especial até 31 de julho 2020, com quantidade limitada, oferece o modelo por R$ 45.990 mais o frete. A previsão de chegada da moto na rede Kawasaki é para agosto. O modelo estará disponível nas cores Metallic Graphite Gray, Metallic Spark Black ou Metallic Spark Black e Metallic Flat Spark Black.

 
 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.