Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

QUEIMADAS

Animais silvestres serão resgatados de área atingida pelos incêndios no Parque Estadual

A ação é resultado do apoio de profissionais voluntários de Mato Grosso do Sul
25/09/2020 11:29 - Alicia Miyashiro


Incêndios que atingem o Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari e região, ganharam nesta quinta-feira (24), reforços para auxiliar no atendimento dos animais silvestres, afetados pelas chamas.

Uma equipe formada por 20 pessoas, chegou a região de Alcinópolis e Costa Rica, para realizar o resgate e assistência aos animais.

Os profissionais voluntários foram recepcionados pelo secretário-adjunto da Semagro, Ricardo Senna, e o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV/MS), Rodrigo Piva, ao chegarem hoje, em Campo Grande.

Outros profissionais de MS irão se unir com a equipe voluntária, e permanecer cerca de dez dias no Parque, que já teve 50% da sua área afetada.

“O Governo do Estado está comprometido em acabar com os incêndios e salvar os animais atingidos, através de uma união de esforços que inclui os órgãos do Governo, as ONGs e os voluntários.” Explicou Ricardo.

O secretário também afirma que desde o início dos incêndios, eles enfrentam a situação com responsabilidade e tentam minimizar os impactos ambientais.

 
 

De acordo com o médico veterinário Aldair Junior, de Minas Gerais, 12 pessoas dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo que compõem o Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD), participam da ação.

Além destes, o médico veterinário conta que levará outros bombeiros, veterinários e estudantes que possuam experiência em resgate de animais, vítimas de desastre.

“Como o CRMV/MS tem recebido inúmeras demandas para atender as necessidades de apoio técnico e de mediação de mão de obra qualificada para fazer frente às vítimas dos desastres ambientais decorrentes da baixa umidade associada a incêndios em polos ambientais estratégicos, decidimos começar a atuar na região do Parque Estadual do Taquari”, finaliza o presidente do CRMV-MS, Rodrigo Piva.

 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...