Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

ORIENTAÇÃO

Condutores devem ficar atentos a regras de carro movido a gás natural para evitar explosões

Carro explodiu no domingo (10) depois de condutor fazer ligação com gás de cozinha
12/05/2015 18:24 - Glaucea Vaccari


 

Depois de uma carro movido a gás natural ter explodido no domingo (10), em um posto de gasolina de Campo Grande, veio a tona o questionamento sobre a segurança do equipamento. O incidente ocorreu devido a uma ligação com um botijão de gás de cozinha.

Segundo a Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul, MSGÁS, o Gás Natural Veicular (GNV) é um combustível alternativo para veículos e os motoristas devem respeitar as regras antes de trafegar com o veículo.

O técnico de segurança do trabalho da companhia, engenheiro Eron Lral Marques, afirma que os riscos de ocorrer explosão são praticamente nulos quando observadas as regras de instalação de manutenção do kit GNV, que deve ser feita apenas em empresas credenciadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia ​do Estado (Inmetro-MS).

Após a instalação, os condutores não devem fazer nenhuma alteração por conta própria e devem fazer revisão periódica do kit e cilindro em empresas homologadas pelo Inmetro.

CUIDADOS

Para fazer a conversão do veículo para gás natural, o proprietário deve procurar uma oficina homologada pelo Inmetro, exigir a nota fiscal e certificado de homologação para fazer o registro da conversão no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), não aceitar peças usadas ou de procedência desconhecida e exigir tubos de aço na instalação.

Ao abastecer, o condutor deve desligar o motor, rádio e celular, apagar os faróis, sair de dentro do carro junto com os passageiros, exigir que o veículo seja sempre aterrado, certificar-se que mangueira de abastecimento de GNV foi desconectada antes de ligar o carro e deixar o frentista conferir o cilindro abrindo o porta-malas. 

Felpuda


Outrora bons de votos – faziam adversários temerem o confronto nas urnas –, agora, por mais que tentem, alguns políticos não conseguem, nem de longe, alcançar patamar de outros tempos e voltar ao que eram. 

O pior é que, a cada disputa, a preferência popular só vem diminuindo. Neste ano, a eleição municipal demonstrou que muitos já estão com prazo de validade vencido e rótulo gasto.

E faz tempo, hein?!