Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES

Debate dos candidatos a reitor da UFMS será transmitido na internet

Transmissão acontece simultaneamente no Youtube e Facebook da Adufms
10/07/2020 15:19 - Fábio Oruê


Debate entre os candidatos a reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) será transmitido na internet nesta sexta-feira (10). O debate acontece às 19h com transmissão simultânea no Facebook, Youtube e televisão. 

O convite ao debate foi formulado às candidaturas das cinco chapas concorrentes: Elizabeth Maria Azevedo Bilange (Cultura, Ciência e Consciência), Marcelo Augusto Santos Turine (Todos Somos + UFMS), Lincoln Carlos da Silva (UFMS + Vozes), Augustin Malzac (UFMS para Tod@s) e Lídia Maria Lopes Rodrigues Ribas (Eficiência e Inovação). 

Porém, como divulgado pelo Correio do Estado hoje, o candidato Augustin Malzac retirou a candidatura após denúncia de que seu programa de gestão continha plágio. Conforme documento obtido na Comissão Eleitoral, 11% do conteúdo era plágio, copiado e colado sem alteração, da chapa da outra universidade.

A Associação do Docentes da UFMS (ADUFMS), Seção Sindical ANDES Sindicato Nacional, o Diretório Central das e dos Estudantes (DCE) e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Fundação UFMS e dos Institutos Federais de Ensino, no Estado de Mato Grosso do Sul (Sista-MS), em parceria com o SBTMS, estão promovendo o debate.

O evento marca o compromisso democrático das entidades sindicais e estudantil em fomentar a discussão de projetos pedagógicos e políticos para a Universidade.

A consulta para escolha dos três nomes para compor a lista a ser encaminhada ao governo federal será dia 17 de julho e  abrangerá toda a UFMS: campi e Cidade Universitária Campo Grande. 

Pela primeira vez a votação será eletrônica, em razão da pandemia do coronavírus. Estão habilitados a votar 1.483 docentes; 1.818 técnicas/os-administrativas/os e 24.731 estudantes, totalizando 28.032 pessoas. 

A apuração acontece no dia 17 julho, a partir de 21h, no Complexo Multiúso, na Cidade Universitária Campo Grande, em frente ao Restaurante Universitário (RU) e a Casa da Ciência. No local será instalada a central de apuração sob responsabilidade Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação (Agetic) e coordenada pela Comissão Eleitoral Central. 

Segundo a ADUFMS, trata-se de uma das mais acirradas campanhas à reitoria da UFMS dos últimos 20 anos, por conta de uma conjuntura de desgaste da universidade pública pelos dois últimos titulares que ocuparam o comando do Ministério da Educação (MEC), além de cortes orçamentários superiores a R$ 80 milhões. Outro desafio apresentado aos pretendentes ao cargo de reitor(a) é o filtro ideológico aflorado nos dias atuais. 

Do ponto de vista de gestão, os(as) candidatos(as) deverão pautar pontos polêmicos como a eficiência administrativa frente às condições de trabalho, priorização do sistema ensino em detrimento da pesquisa e da extensão, ensino a distância e qualidade de ensino, evasão de alunas/os, democracia interna, transparência administrativa e orçamentária, terceirização e expansão universitária. 

Para assistir ao debate no Facebook clique aqui ou para assistir no Youtube aqui

 
 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...