Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GIBA UM

“Aponte, mentiroso, um centavo que o Senado desviou da Saúde para os servidores públicos"

Do senador CID GOMES, ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que acusava desvio de dinheiro da Saúde para aumento dos servidores.
24/08/2020 05:00 - Giba Um


“Aponte, mentiroso, um centavo que o Senado desviou da Saúde para os servidores públicos. Criminoso é o (des)governo a quem o senhor serve”,
do senador CID GOMES // ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que acusava desvio de dinheiro da Saúde para aumento dos servidores.

O governo estuda estender a “Operação Verde Brasil 2” a, com a permanência das Forças Armadas mais quatro meses além do previsto na linha de frente do combate ao desmatamento da Região Amazônica.  

Mais:  a  operação já foi prorrogada até novembro. Entre agosto de 2019 e julho de 2020, a área devastada da Floresta Amazônica cresceu 14%. O desastre teria sido ainda maior se não fosse o trabalho das Forças Armadas.

 
 

Nova Miss

Seguindo recomendação do Miss Universo Organization que adota as indicações da OMS, os concursos de Miss espalhados pelo mundo estão feitos de maneiras não-convencional, sem plateia e de forma virtual.

Na quinta-feira (20) o Brasil que teve como jurados empresário Winston Ling, os especialistas em misses, Ricardo Godoy e Roberto Macedo e pelas cineastas Débora Gobitta e Messina Neto escolheu sua nova representante. 

A gaúcha Julia Gama teve seu nome anunciado  pela atual Miss Universo, a sul-africana Zozibini Tunzi e recebeu a coroa da Miss Brasil 2019, Julia Horta. 

Ela tem 27 anos é formada em Engenharia Química, mas abandonou tudo para dedicar ao mundo da moda, fluente em inglês, espanhol e mandarim, viveu na China por três anos onde também investiu na carreira de atriz.

“Meu principal trunfo é a consciência da responsabilidade do título que estou assumindo. Esse é um ano de serviço ao Brasil, aos brasileiros e às mulheres de todo mundo”.

Desoneração de Guedes

É preciso entender melhor o que Paulo Guedes entende como desoneração da folha de trabalho. Uma coisa é desonerar novos empregos; outra coisa é desonerar os encargos da folha de salários dos trabalhadores de baixa renda; e a terceira coisa é desonerar toda a folha de salário. 

Trata-se de uma experiência vivida no governo Dilma Rousseff, um filme que não deu certo. 

A desoneração da folha promovida pela então presidente teve efeito de um bombom de cereja de licor. Um dos autores da ineficiência da desoneração da folha foi Adolfo Sachsida, hoje secretário da Política Econômica na troupe de Paulo Guedes. 

A política de Dilma se deu pela substituição dos 20% da contribuição patronal ao regime da Previdência que incide na folha de pagamento por uma contribuição entre 1% e 2% sobre o faturamento das empresas. 

Para se ter ideia da disposição de Dilma em cortar os tributos, de 2011 até o fim de seu governo em 2016, a tesourada foi de R$ 458 bilhões, metade da economia obtida com a reforma da Previdência do governo Bolsonaro.

 
 

Não existe ex-paquita

A atriz, apresentadora e empresária Andrea Faria, 47 anos,  a eterna Andrea Sorvetão está se reinventando na quarentena. Casada com o cantor Conrado há 24 anos tem duas filhas Giovanna, de 22 anos e Maria Antônia de 14 anos. 

Ficou alguns anos afastada da tv até  que em 2014 integrou o elenco da A Fazenda 7 em 2016 participou do Power Couple, juntamente com o marido. Com a pandemia mergulhou no universo da live e algumas ela chama de Live Nostalgia porque entrevista artistas que fizeram sucesso no passado. 

Ela garante que não está presa ao passado, mas que gosta de ser lembrada de quando foi assistente de palco de Xuxa. E até fica brava quando é chamada de ex-paquita. 

“Não existe ex-paquita. As paquitas foram 27, 28 ou 29 meninas. Posso colocar no currículo “fui paquita”? Acabou sendo uma profissão. O povo insiste em colocar ex-paquita. Eu não sou ex-paquita! Fui paquita por apenas quatro anos e sou lembrada como a Sorvetão até hoje”.

Penitência

Depois, Dilma se penitenciou: disse que foi uma “medida que não aumentou o investimento, nem o emprego e somente contribuiu para encher o bolso do empresário”. No governo de Michel Temer, coube a Henrique Meirelles considerar que a desoneração somente colaborou para a deterioração da situação fiscal do país. Resumo da ópera: estamos de volta ao passado.

In – Tênis feminino rose
Out – Tênis feminino vinho

 
 

Desaprovado

Se no Brasil a aprovação do presidente Bolsonaro cresceu, no estado de São Paulo a situação é outra. 

Segundo levantamento feito pela Paraná Pesquisas para 41,3% dos entrevistados a administração do presidente é ruim/ péssima; 30,3% consideram boa/ótima e 26,6% regular. Ainda 53,7% dos paulistas desaprovam a administração do governo e 43,1% aprovam.

“Quem governa”

O partido Rede ajuda a “governar” atuando no Supremo, criando embaraço para a atual gestão. Sem votos, a Rede tem só um deputado. O caso do “dossiê” é a 8ª ação da Rede no STF que cancela prerrogativas do presidente, cassa atos, governa sem votos, anulando medidas provisórias e nomeação de auxiliares. 

A Rede anulou no STF a extinção do DPVAT, cartório que enriquece alguns empresários. E também conseguiu do Supremo a suspensão de ato presidencial que transferia a demarcação de terra indígenas para área da Agricultura.  

INDEFINIDO

Outro levantamento feito pela Paraná Pesquisas é a respeito das eleições municipais nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Surpresa, quando perguntado em qual  candidato os eleitores votarão em novembro de forma espontânea eles não souberam responder. Em São Paulo a porcentagem foi de 68,7% e no Rio 68,8%.

Estimulada

Ainda sobre o levantamento da Paraná pesquisas em São Paulo e Rio: quando se dá opção aos eleitores o cenário muda. 

No Rio na pesquisa estimulada Eduardo Paes aparece com 28,6%, Marcelo Crivella com 15,4%, Delegada Martha Rocha, 9,3%. E mesmo assim 18,5% disseram que não votariam em nenhum candidato citado. 

Em São Paulo não é muito diferente: 20,5% votariam em Celso Russomano; Bruno Covas aparece com 20,1% (praticamente um empate) das intenções de voto, Marta Suplicy aparece em terceiro com 9,8% e os que não tem intenção de votar em nenhum dos candidato é de 12,5%.

ARTICULAÇÃO

O pré-candidato ao governo de São Paulo, Paulo Skaf (MDB) tem se aproximando muito de Jair de Bolsonaro, fez parte da comitiva que foi ao Líbano, liderado por Michel Temer na última semana. 

Agora articula um novo nome para a posição de vice na tentativa de reeleição do presidente em 2022. O nome que será levado ao Capitão tem o apoio dos industriais brasileiros. Trata se Josué Gomes, filho do ex-vice presidente José Alencar.

Benza Deus

A ministra Cármen Lúcia, relatora da ação da Rede sobre o “dossiê anfascista” agradeceu a imprensa depois de fala do ministro da Justiça, André Mendonça, que afirmou que somente soube do documento através de notícias divulgadas pela mídia. 

“O ministro da Justiça diz nos autos, afirma, escreveu, assinou e encaminhou: só teve conhecimento de sua possível existência pela imprensa. Benza Deus a imprensa livre do meu País. E benza Deus que temos um poder Judiciário que toma conhecimento disso e que dá a importância devida para garantia da democracia”.

Suspensão

Dirigentes de grandes clubes estão se articulando junto ao Congresso para que a suspensão dos pagamentos do Profut – o “Refis do futebol” – seja prorrogado até fevereiro de 2021, independente ou não da pandemia. 

A articulação passa por Rodrigo Maia – a mudança depende de um novo projeto de lei. Os dirigentes justificam que precisam de mais tempo  para adequar os calendários do Profut e o atraso dos campeonatos terá grande impacto sobre o fluxo de caixa dos clubes. A maior parte da receita só será liberada no ano que vem.

QUEM CRESCE

Apesar  das previsões pessimistas de alguns meses atrás, incluindo a profecia “um milhão de mortos no Brasil” a economia vem dando sinais de recuperação, mesmo com o cenário desfavorável para outros setores. 

Mesmo com a pandemia, supermercados (5,5%) e farmácias e perfumarias (2,8%) devem faturar neste ano mais do que no ano passado. Ainda assim, das nove atividades do varejo pesquisadas pela Fecomércio-SP, sete devem encerrar o ano com baixa de vendas. As de vestuário, tecidos e calçados lideram as perdas, com previsão de -25,2% no faturamento em relação a 2019.

MISTURA FINA

  • A ANEEL pretende realizar até dezembro um leilão de linhas de transmissão de alta voltagem. O certame incluiria todos os ativos dos dois leilão que já deveriam ter ocorrido neste ano e que foram cancelados por conta da pandemia.
  • A AMAERJ (Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro) fez um convênio com três empresas de blindagens de automóveis. Não por coincidência, o cuidado se dá poucos meses depois do TJ-RJ criar uma vara especializada em crime organizado.
  • PAULO Guedes reclamou do que chamou de resistência do meio político em se engajar na agenda de reformas. Não é bem assim: sem o total apoio do Congresso, Guedes jamais teria conseguido aprovar a reforma da Previdência. Deveria reclamar de Bolsonaro e também se olhar no espelho. As reformas não andam por culpa do governo.
  • O CHANCELER Ernesto Araújo reiterou apoio do Brasil à realização de eleição do presidente Interamericano de Desenvolvimento nos próximos dias 12 e 13. O Brasil defende o bando reforçando o papel na recuperação econômica do continente em torno de valores democráticos.
  • NO julgamento do caso do “dossiê” o PGR Augusto Aras lembrou que a Constituição permite livre manifestação, mas a segurança pública e até a segurança nacional ficam ameaçadas “quando pessoas armadas se reúnem em protesto político, como o grupo antifa”.
  • EM meio à pandemia, a Mercedes Benz viu-se forçada a aumentar os preços de seus veículos no Brasil em uma média de 15%. A empresa confirma o reajuste para os automóveis premium, uma vez que “a pandemia afetou o dólar e as projeções para todos os segmentos”.
  • O CIENTISTA político Luiz Felipe D’Ávila, casado com Ana Marida Diniz, filha de Abílio Diniz, é mais uma figura importante que testou positivo para o Covid-19. Para que  não se lembra D’Ávila foi presidente do extinto IBC (Instituto Brasileiro do Café) e Secretário da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.
  • SOLTEIROS Adele (que se separou de Simon Konecki em 2019) e Brad Pitt (separado de Angelina Jolie desde o início de 2019) parece que estão se conhecendo melhor. Eles foram apresentados por um amigo em comum. Brad se encantou não só com a beleza de Adele, mas também pela simpatia e bom humor da cantora.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!