Correio B

O AMOR ESTÁ NO AR E NA TELINHA

Confira dicas de filmes românticos para assistir no Dia dos Namorados

Dos clássicos aos mais recentes, não faltam opções para quem prefere passar a data no conforto do sofá com seu "amor" ou curtindo a própria companhia

Continue lendo...

O Dia dos Namorados é comemorado no dia 12 de junhi no Brasil. A data movimenta o comércio, seja com presentes ou comemorações. Mas há os casais que preferem celebrar a data no conforto de casa, tendo em vista que muitos restaurantes e locais tradicionais para os enamorados costumam ficar lotados neste dia.

Para estes casais, uma das opções é assistir um filme romântico ao lado do mozão. A dica também vale para os solteiros, que podem aproveitar a própria companhia no conforto do sofá.

O Correio do Estado preparou uma lista com vários filmes românticos e que estão disponíveis em plataformas de streaming.

Confira dicas de filmes para assistir neste Dia dos Namorados:

Um Lugar Chamado Notting Hill

Um dos filmes mais amados para quem gosta do gênero de romance, "Um lugar chamado Nothing Hill" já é um clássico que não pode ficar de fora.
Will, interpretado por Hugh Grant, é dono de uma livraria especializada em guias de viagem. Quando ele recebe a visita inesperada da estrela de cinema Anna Scott, vivida por Julia Roberts, se vê envolvido em um relacionamento cheio de altos e baixos.
Onde assistir: Star+, Prime Vídeo

Cartas para Julieta

Amanda Seyfried vive Sophia, uma estadunidense que vai passar férias com seu noivo (Gael García Bernal) em Verona, a charmosa cidade italiana que serviu de cenário para a célebre história de amor de Romeu e Julieta. Ao visitar a casa de Julieta, um dos pontos turísticos da cidade, Sophia encontra um muro onde os apaixonados deixam cartas para a trágica heroína Julieta Capuleto. Ao encontrar uma dessas carta, de 1957, escrita por uma inglesa que se apaixonou por um italiano em sua juventude, mas deixou escapar a oportunidade de ficar com ele, Sophie decide escrever à autora. Inspirada pela atitude de Sophie, Claire decide procurar pelo seu grande amor.

Onde assistir: Telecine, Prime Vídeo (assinatura premium)

Questão de tempo

No aniversário de 21 anos, Tim Lake (Domhnall Gleeson) fica sabendo que os homens de sua família têm o dom de viajar no tempo. No início, ele duvida do segredo contado pelo pai (Bill Nighy), mas logo se empolga com a novidade e decide usar o poder para conquistar o coração da mulher dos seus sonhos e salvar o salvar o seu amigo de um desastre profissional. Logo ele percebe que viajar no tempo e alterar o que já aconteceu pode provocar consequências inesperadas.

Onde assistir: Netlix, Prime Vídeo, Telecine

Antes do Amanhecer

Com Ethan Hawke e Julie Delpy, o filme é o primeiro da trilogia que narra o amor do americano Jesse e a francesa Celine, que se conhecem em um trem rumo a Paris. Encantados um pelo outro, decidem fazer uma escala em Viena para se conhecerem melhor, sem esperar o que o destino os reserva. Gradativamente, vão se envolvendo em uma paixão crescente, mas existe uma verdade inevitável: no dia seguinte ela irá para Paris e ele voltará para os Estados Unidos. Com isto, resta aos apaixonados aproveitar o tempo que lhes resta.

Onde assistir: Max

A descoberta perfeita

Jenna Jones é uma editora de moda que foi demitida da empresa onde trabalhava e, para piorar, terminou seu relacionamento de forma humilhante. Para se reerguer profissionalmente, ela decide voltar para Nova Iorque e aceita trabalhar para a magnata Darcy Hill , que no passado foi sua rival no jornalismo de moda. Durante uma festa, ela beija um rapaz mais novo chamado Eric , por quem acaba se apaixonando. Entretanto, para sua surpresa, Jenna descobre que Eric é filho de Darcy e o jovem será o novo cinegrafista na empresa onde trabalha. 

Onde assistir: Netflix

(Des)Encontro Perfeito

Nancy tem 34 anos de idade e não tem muita sorte no amor. Quando ela viaja a Londres para o aniversário de casamento de seus pais, conhece Jack, que confunde Nancy com a garota que ele está esperando para um encontro às cegas. Sem desfazer a confusão, Nancy assume a identidade da garota que Jack esperava, e passa uma ótima noite ao lado do pretendente. Mas uma hora a mentira vai acabar sendo descoberta.

Onde assistir: Sony One, Prime Vídeo (mediante aluguel)

Quando em Roma

Beth Harper é uma bem-sucedida curadora de arte, mas sem muita sorte no amor. Em Roma para o casamento da irmã, ela conhece o charmoso repórter Nick  e visita a Fontana D'Amore, onde ao invés de jogar uma moeda como manda a tradição, decide roubar algumas que estavam no fundo. A partir de então, acaba atraindo alguns pretendentes, incluindo um vendedor de salsicha, um mágico de rua e um artista. Quando um persistente repórter a procura, ela se pergunta se o amor é verdadeiro.

Onde assistir: Disney+

O sol também é uma estrela

Natasha é uma jovem extremamente pragmática, que apenas acredita em fatos explicados pela ciência e descarta por completo o destino. Em menos de 24 horas, a família de Natasha será deportada para a Jamaica, mas antes que isso aconteça ela por acaso encontra Daniel, filho de imigrantes coreanos, que a salva de ser atropelada. Decidido a convencê-la que o encontro de ambos foi obra do destino, Daniel a desafia a passar um dia com ele, no qual tem a missão de fazê-la se apaixonar.

Onde assistir: Prime Vídeo

  • Representatividade LGBTQIAP+

O Segredo de Brokeback Mountain

Jack e Ennis, personagens de Jake Gyllenhaal e Heath Ledger, são contratados para cuidar de ovelhas em Wyoming, no verão de 1963.
Em meio à solidão das montanhas, vivem uma relação sexual tenra, porém proibida. O que era para ser um episódio escondido no passado se impõe na vida deles quando, já casados, se reencontram e passam anos vivendo encontros amorosos furtivos.

Onde assistir: Star+, Lionsgate+, Netflix

Retrato de uma Jovem em Chamas

Na França do século 18, Marianne, uma jovem pintora interpretada por Noémie Merlant, recebe a tarefa de pintar um retrato de Héloise, personagem de Adèle Haenelm para seu casamento, sem que ela saiba. Passando seus dias observando Héloise e as noites pintando, Marianne se vê cada vez mais próxima de sua modelo, conforme os dias de liberdade dela antes do iminente se veem prestes a acabar e o ofício logo dá lugar a um romance secreto e idílico.

Onde assistir: Telecine

Hoje eu quero voltar sozinho

Filme nacional gira em torno da história de Leonardo (Ghilherme Lobo), um estudante cego do ensino médio. Ele tenta lidar com os desafios típicos da adolescência e também com a mãe superprotetora, ao mesmo tempo em que busca sua independência. Então, quando Gabriel (Fabio Audi), um novo aluno, chega à cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo. Tudo isso acaba fazendo com que ele descubra mais sobre si e a própria sexualidade.

Onde assistir: Netflix, Telecine

Azul é a cor mais quente

O filme é mais "picante", então é indicado para maiores de 18 anos.
Adèle é uma adolescente que enfrenta os desafios da chegada da maturidade. Sua vida toma um rumo inesperado ao conhecer uma encantadora garota de cabelo azul, com quem começará uma intensa relação e uma viagem de descobertas e prazer.

Onde assistir: Google Play Filmes e Youtube (mediante aluguel)

A garora dinamarquesa

Inspirado na história real do pintor dinamarquês Einar Wegener. Na Copenhague de 1926, Gerda decide vestir Einar de mulher para pintá-lo. Einar começa a mudar de aparência, transformando-se em uma mulher e passa a se chamar de Lili Elbe. Com o apoio da esposa, Einar passa por uma das primeiras cirurgias de mudança de sexo da história para se transformar por completo em Lili. Tendo como pano de fundo o glamour e a decadência da Europa da década de 20, A garota dinamarquesa retrata a quase esquecida história de amor entre um homem que descobre sua verdadeira sexualidade e uma mulher disposta a sacrificar tudo por ele. 

Onde assistir: Prime Vídeo e Google Play Filme

Meu policial

Marion e Tom Burgess se encontram na costa de Brighton nos anos 1950 e se apaixonam. Todavia, surge em suas vidas Patrick Hazelwood, um curador do Brighton Museum, que acaba desenvolvendo sentimentos pelo policial Tom. Os homens iniciam um caso apaixonado – apesar da homossexualidade ser ilegal naquele período. Por um tempo, o trio abraça uma dinâmica em comum, até que o ciúme destrói o acordo. Muitos anos depois, Patrick retorna à vida dos agora casados Marion e Tom, desenterrando sentimentos e questões mal resolvidas deixadas de lado - mas que ainda possuem o poder de assombrar a vida dos três.

Onde assistir: Prime Vídeo

  • Romances nacionais

Eduardo e Mônica

A comédia romântica é baseada na música homônima de Renato Russo, da banda Legião, Urbana.
Em um dia atípico, situado em Brasília na década de 1980, uma série de coincidências leva Eduardo (Gabriel Leone) a conhecer Mônica (Alice Braga), tendo como pano de fundo uma festa estranha com gente esquisita. Uma curiosidade é despertada nos dois e, apesar de não serem parecidos, eles se apaixonam perdidamente. Depois de começarem um namoro, esse amor precisará amadurecer e aprender a superar as diferenças.  Mas é aquilo: "Quem um dia irá dizer que não existe razão nas coisas feitas pelo coração". 

Onde assistir: Globo Play

Talvez uma história de amor

Quando chega em casa, depois de mais um dia corriqueiro no trabalho, Virgílio (Mateus Solano) liga a secretária eletrônica e ouve um recado perturbador. É uma mensagem de Clara (Thaila Ayala), comunicando o término do relacionamento dos dois. Virgílio, contudo, não faz a menor ideia de quem é Clara.  Perturbado devido ao seu jeito metódico e controlador, ele não se lembra de ter se relacionado com ninguém, mas todos ao seu redor pareciam saber do relacionamento dos dois, perguntando como ele está se sentindo com o término. Agora, ele precisa encontrar essa mulher misteriosa.

Onde assistir: Max

Um ano inesquecível

São quatro filmes que compõem a tetralogia de romances, todos adaptações de uma série de contos do livro homônimo de Thalita Rebouças, Paula Pimenta, Bruna Vieira e Babi Dewet. Cada filme se baseia em uma estação do ano.
"Um Ano Inesquecível – Verão" se passa no Carnaval carioca, com o romance em meio aos preparativos e desfile das escolas de samba. "Um Ano Inesquecível – Outono" nos leva para a agitação e rapidez de São Paulo, onde se passa a história de um casal improvável: ela odeia música e ele é um jovem músico de rua que sonha em viver da sua arte. "Um Ano Inesquecível – Inverno" leva o público diretamente para as montanhas nevadas do Chile e "Um Ano Inesquecível – Primavera" se passa na cidade histórica de Ouro Preto, Minas Gerais.

Onde assistir: Prime Vídeo

Perdida

Baseado no sucesso de vendas da autora Carina Rissi, o filme ‘'Perdida'' conta a história de Sofia (Giovanna Grigio). Uma garota moderna e independente, mas quando o assunto é amor, os únicos romances da sua vida são aqueles do universo literário de Jane Austen. Após utilizar um celular emprestado, algo misterioso acontece e ela é transportada para o século 19. Sofia é acolhida pela família do encantador Ian Clarke (Bruno Montaleone), enquanto tenta desesperadamente encontrar uma forma de retornar a sua vida.  Em meio às suas buscas, o que Sofia não esperava era que encontraria seu conto de fadas em um século que não é seu.

Onde assistir: Disney+ e Star+

Evidências do amor

Em uma noite qualquer, Marco e Laura se conhecem em um karaokê e cantam juntos a música Evidências. Desde então, eles se apaixonaram e formaram um casal que parecia perfeito, até o momento do “sim”. Sem entender o que aconteceu, agora, toda vez que essa música toca, Marco viaja em suas lembranças com Laura para encarar as Evidências Do Amor. Fabio Porchat  e Sandy Leah estrelam essa comédia romântica inusitada e divertida.

Onde assistir: Max

Dona Flor e seus dois maridos

A sedutora Florípedes, conhecida como Dona Flor, é uma professora de culinária de Salvador. Ela é casada com  o malandro incorrigível Vadinho, que morre em pleno Carnaval. Como ainda é jovem e bonita, chama a atenção do farmacêutico Teodoro, com quem se casa. Quando Vadinho volta em espírito, Dona Flor volta a se relacionar com ele, ficando dividida do que fazer com os dois maridos.

Onde assistir: O filme tem duas versões, uma de 1998, disponível na Globo Play, e outra de 2017, disponível na Netflix.

Procura-se

Alicia é uma mulher que gosta de curtir a vida de solteira, mas isso só é possível graças ao dinheiro de seu avô, que ela ama. Quando o patriarca morre e sua herança é lida para a família, a neta descobre que ficou sem nada no testamento, e isso só poderá ser revertido se ela se casar. Alicia decide, então, anunciar no jornal que está procurando um marido de aluguel para conseguir a fortuna do avô. Ela recebe vários candidatos, mas apenas um pode fazer seu coração bater um pouco mais rápido. Estrelado por Camila Queiroz e Kleber Toledo.

Onde assistir: Max

  • Língua não inglesa

Nossos amantes 

Nossos amantes é um filme espanhol que conta a história do encontro de um homem e uma mulher numa cafeteria de uma livraria, em um momento em que suas vidas estão à deriva, e o fez lembrar da importância de se atrever a sonhar. Desiludidos no amor, eles começam a namorar, mas somente na cafeteria e sem saber nada um do outro. O filme é uma comédia romântica de intensidade dramática, com diálogos marcantes, referências e que foge um pouco dos filmes típicos do gênero.

Onde assistir: Netflix

Mesa para quatro

Mesa Para Quatro é uma comédia romântica italiana que desafia o conceito de almas gêmeas. No longa, quatro amigos solteiros são convidados para um jantar pelo casal Luca e Sara. Eles querem testar uma teoria: existe mesmo a alma gêmea? Chiara, Matteo, Giulia e Dario então chegam para a celebração sem saber das verdadeiras intenções de seus anfitriões. A partir de então, a narrativa acompanha esses quatro personagens em duas realidades alternativas, onde eles formam quatro casais diferentes. Qual deles é real, qual deles é a alma gêmea do outro? Essa é a pergunta que o filme faz.

Onde assistir: Netflix

Como arrasar um coração

Comédia romântica francesa. Alex, sua irmã e seu cunhado administram juntos um negócio inusitado: uma agência especializada em acabar com relacionamentos. Um dia, ele é contratado por um milionário para impedir o casamento da filha, que está noiva de Jonathan e aparentam ser o casal perfeito. Precisando de dinheiro, Alex aceita o desafio e acredita que não terá problemas, até conhecer Juliette, a primeira mulher a resistir aos seus encantos.

Onde assistir: Prime Vídeo

Em seus sonhos

Romance turco. O filme reúne Engin e Pelin, que não acreditam no amor e no casamento, em um sonho. Os caminhos dos dois se cruzam em uma festa, mas no final da noite nenhum dos dois olha para trás. De repente, eles acordam na mesma cama. E prepare-se para essa: como um casal casado! Deve ser só um sonho. Não, um pesadelo. Sem se suportarem, eles tentam diferentes maneiras de acordar desse pesadelo, mas estão cada vez mais conectados um ao outro sob a influência de suas experiências. Quando seus pesadelos estão prestes a se transformar em um sonho de família que eles querem que dure para sempre, eles acordam em suas antigas vidas como dois amantes separados. 

Onde assistir: Prime Vídeo

Sintonizada em você

Produção original sul-coreana. Durante os anos 1990, Mi Soo e Hyun Woo se conhecem em uma padaria. Ela está trabalhando na padaria que a mãe havia deixado para ela quando de repente, antes da abertura, um estranho entra e pede algo com tofu. Não podendo oferecer algo do gosto do estranho cliente, Mi-soo oferece leite de soja, que ela também não possui. Ela informa ao estranho que tem um mercado ao final da rua e ele sai. O estranho volta e começa a trabalhar na padaria junto com Mi-soo e se apaixonam enquanto compartilham histórias. Porém, o tempo e as oportunidades parecem fazer de tudo para separá-los.

Onde assistir: Netflix

Um dia para sempre

Romance alemão. Em Um Dia Para Sempre, Zazie mora com amigos incapazes de se relacionar, em um apartamento compartilhado. Um dia, chega para ela o convite para o casamento do seu melhor amigo. Porém, ele está se casando com a arquirrival dela, Franziska. Ela vai em busca do amigo para fazer com que ele não siga com o casório, a fim de salvá-lo de uma das piores decisões de sua vida. Sua tentativa de sabotar o casamento falha miseravelmente e pior, por causa de um loop temporal, Zazir tem que reviver o dia toda vez, levando a protagonista à loucura em meio a diversas tentativas falhas de não permitir o casamento.

Onde assistir: Prime Vídeo

Como pétalas que caem

Romance dramático japonês. Haruto é um aspirante a fotógrafo que se apaixona por uma cabeleireira alegre e cheia de vida chamada Misaki. Os dois vivem momentos muito felizes e querem passar o resto da vida juntos, mas uma reviravolta do destino muda tudo: a moça sofre de uma rara doença que faz com que ela envelheça mais rápido do que o normal.

Onde assistir: Netflix

Cidade de gelo

Filme russo. Cidade de Gelo conta a história de Matvey, um jovem que trabalha como entregador em uma padaria local. Filho de um pobre acendedor de lâmpadas, seu único tesouro são os patins prateados que herdou do pai. Ao ser demitido injustamente, ele se junta a uma gangue de batedores de carteira. Enquanto isso, a filha de um oficial de alto escalão, Alice, se sente prisioneira em sua mansão. Ela sonha em estudar ciências, o que vai contra as opiniões conservadoras de seu pai sobre o papel da mulher na sociedade. Em um belo dia, os caminhos de Matvey e Alice se cruzam.

Onde assistir: Netflix

MODA

Kakô visita as onças de Lúcia Martins

Artista visual foi homenageada ao estampar peças de nova coleção criada pela estilista, que será lançada amanhã, em desfile a ser realizado a partir das 19h30min no buffet Yotedy

22/07/2024 10h00

Kakô e Lúcia com peças da coleção

Kakô e Lúcia com peças da coleção Foto: Acervo Pessoal

Continue Lendo...

“Onça por todos os cantos” foi o nome escolhido para a nova coleção da estilista sul-mato-grossense Kakô, que homenageia a artista visual de MS Lúcia Martins Coelho Barbosa, conhecida internacionalmente, ao transformar em peças de roupa seus traços e manchas felinas desenhados em pastel seco sobre papel.

As onças de Lúcia Martins saíram das telas para as passarelas, e a coleção será apresentada nesta terça-feira, em desfile a ser realizado a partir das 19h30min no buffet Yotedy.

“Trazer o trabalho da Lúcia para a Kakô vai de encontro com o meu propósito como designer, que é registrar nossa cultura e exaltar a riqueza da natureza de Mato Grosso do Sul nas coleções de moda. A Lúcia é uma artista que retrata traços importantes da natureza, seja através das cores de seus abstratos ou da sua especialidade de desenho e pintura da onça-pintada, assim como dá voz aos povos originários por meio de obras que agregam adereços e temáticas indígenas regionais”, explica a estilista Claudia Ferraz (Kakô).

Kakô e Lúcia com peças da coleção

As peças elaboradas para essa coleção têm como matéria-prima tecidos naturais como o linho, o algodão, o modal e a seda. São calças, camisas, vestidos, saias, blusas, blazers, lenços e muitos outros cortes, proporcionando composições de looks contemporâneos que transitam do trabalho a grandes eventos.

“Kakô coloca meu trabalho em sua coleção de forma sutil, elegante e bonita. Minha expectativa com o desfile é que as pessoas se sintam inseridas culturalmente em uma coleção criativa e verdadeiramente sul-mato-grossense”, define Lúcia Martins.

"Vi com alegria as leis brasileiras evoluírem para proteger esse felino, que é da maior importância para o bioma pantaneiro”, afirma Lúcia.

PRESENÇA TERENA

O processo criativo foi colaborativo entre as artistas e começou pela escolha das obras de Lúcia, que foram depois fotografadas, redesenhadas e impressas nos tecidos, tudo cuidadosamente pensado para não perder as características originais. Segundo a estilista, o design de cada modelo tem como objetivo peças atemporais, elegantes e confortáveis. 

Para Lúcia e Kakô, o encontro da moda com as artes visuais fortalece a cultura de Mato Grosso do Sul, um estado que tem como suas maiores riquezas o Pantanal, o Cerrado e suas reservas ecológicas.

Lúcia fez questão de inserir na coleção a participação do jovem artista indígena Sulivan Barros, da etnia Terena, designer e artesão, que colaborou para o desfile com seus adereços confeccionados com sementes e penas encontrados na Aldeia Limão Verde. 

Kakô e Lúcia com peças da coleção

A partir do trabalho de Sulivan, Kakô elaborou também um vestido bordado com penas e blusas bordadas com contas.

“Agradeço muito o convite, porque os indígenas têm que ser valorizados como protagonistas no mundo da moda”, comenta Sulivan.

ABSURDOS DA CAÇA

Lúcia Martins Coelho Barbosa é famosa por interpretar a onça-pintada de diversas formas e com várias cores e texturas, desde 1991. Suas obras com as representações desse felino icônico estão espalhadas por todo o País e também no exterior, em países como Estados Unidos, França, Suíça, Paraguai e Japão.

“Sou apaixonada pela pelagem da onça e pelo seu olhar profundo e intrigante. Além disso, eu sou daqui de Mato Grosso do Sul, tive minha infância em uma fazenda, vi os absurdos da caça e vi com alegria as leis brasileiras evoluírem para proteger esse felino, que é da maior importância para o bioma pantaneiro”, conclui a artista.

"Trazer o trabalho da Lúcia para a Kakô vai de encontro com o meu propósito como designer, que é registrar nossa cultura e exaltar a riqueza da natureza de Mato Grosso do Sul nas coleções de moda”, disse Cláudia.

SERVIÇO

A coleção “Onça por todos os cantos”, Verão 2025 Atelier Kakô, será apresentada amanhã (23), em desfile realizado às 19h30min no buffet Yotedy. Na ocasião, estarão à venda 14 reproduções da artista Lúcia Martins Coelho Barbosa, com o tema onça-pintada. Após o lançamento, será possível encontrar as peças no showroom da marca, localizado em Campo Grande, na Rua Caioás, nº 116 – Itanhangá Park (atendimento com hora marcada), na loja virtual (atelierkako.com.br) e a partir de agosto em lojas revendedoras.

Assine o Correio do Estado

Correio B+

Capa B+: Entrevista exclusiva com a atriz Andréa Bak destaque na novela "Rancho Fundo" na TV Globo

"Sempre almejei desde criança trabalhar no audiovisual, e agora virou realidade estar na TV".

22/07/2024 06h00

Entrevista exclusiva com a atriz Andréa Bak destaque na novela

Entrevista exclusiva com a atriz Andréa Bak destaque na novela "Rancho Fundo" na TV Globo Foto: Thais Ramos

Continue Lendo...

Atriz, poeta e rapper, Andréa Bak está estreando nas novelas em “No Rancho Fundo”, na TV Globo. Na trama, ela dá vida a Esperança, a filha do meio de Primo Cícero (Haroldo Guimarães) que é muito bem-humorada e se faz de santa apenas para agradá-lo. Com apenas 23 anos, a carioca também pode ser vista na série musical “Vicky e a Musa”, disponível no catálogo do Globoplay.

"As artes de rua me encantam desde nova. A arte sempre me chamou e eu nunca neguei estar com ela. Não importa se eu trabalho com poesia e sofro preconceito, vou sofrer também dentro de um laboratório de química como técnica formada que sou e ainda sim com diploma podem subjugar minha intelectualidade o assunto", explica Andreia.

Com o curta “Ficção suburbana” e a peça "Marielle Presente" (que ganhou o prêmio Musical Rio por Melhor Musical Original) no currículo, a artista também contribuiu como autora no livro de antologias “Favela em Mim” e participou como uma das autoras do livro "Tabuleiro de Ficções"

Com formação em química e cursando bacharelado em artes cênicas na CAL, Andréa Bak integrou o grupo de Rap Nefetaris Vandal e faz parte do coletivo de poetas Slam das Minas RJ desde 2017 - um movimento artístico de mulheres LGBT’s. Inclusive, em 2018 estreou os clipes “Manicômio Cypher 3” e “Dororidade”, tendo este concorrendo ao melhor videoclipe no Festival Internacional de Cinema em Brasília.

A carioca também trabalha como ativista social. Desde 2016, a moradora do Antigo Quilombo da Praça Onze, no Rio, atua em defesa dos direitos humanos e do preconceito racial. Entre suas atividades estão a participação na luta pelo Passe Livre e na organização de atos e palestras acerca do acesso ao ensino a todos. Ela também propaga a literatura produzida por mulheres negras e apresenta oficinas de poesias falada para colégios públicos.

Capa do Correio B+ desta semana, Andréa Bak falou com exclusividade sobre sua estreia no audivisual, lutas ativistas, sua personagem na atual novela da TV Globo ao lado de grandes nomes e novos sonhos e projetos.

Entrevista exclusiva com a atriz Andréa Bak destaque na novela "Rancho Fundo" na TV GloboA atriz Andréia Bak é Capa exclusiva do Correio B+ desta semana - Foto: Thais Ramos - Diagramação: Denis Felipe e Denise Neves

CE - Andrea você está estreando nas novelas em “No Rancho Fundo”, na TV Globo. Como tem sido esse seu momento profissional? Como foi seu primeiro dia no set? Alguma curiosidade nesse momento como novata?
AB -
Tem sido um momento de realização dos sonhos da menina sonhadora que mora aqui dentro. Sempre almejei desde criança trabalhar no audiovisual, e agora o sonho partiu da imaginação para eu vivê-lo na realidade.  O primeiro dia de gravação já foi ao lado dos grandes nomes da teledramaturgia brasileira.

Era uma cena da família da Esperança com os seus primos Leonel Limoeiro, e ali eu contracenei com Alexandre Nero, Andréa Beltrão e Haroldo Guimarães. Atores que eu cresci vendo na TV. 

A curiosidade de estrear numa novela é o reconhecimento. As vezes esqueço que diariamente os 23 milhões de pessoas em média do mundo todo me assiste e que, portanto, vou ser reconhecida na rua e tenho que me comportar por isso. É porque eu sou muito brincalhona, as pessoas não esperam isso!

CE - “No Rancho Fundo” é um sucesso. Trata-se de uma novela ambientada no Nordeste e que conta com um grande número de atores nordestinos. Como é pra você, uma jovem carioca, fazer parte desse projeto?
AB -
 É muito delicioso porque através da minha personagem posso honrar toda a minha ancestralidade nordestina por parte de mãe. Com certeza tem parentes meus lá em Recife, e que super adora a Esperança e nem imagina que é do meu sangue.

Posso me conectar com eles. Além disso, a gente que é estudante de teatro passa a vida toda querendo viver personagens de outros mundos diferentes do seu. Um outro sotaque, uma diferente personalidade, uma região que não a sua, então é também uma realização da eterna estudante apaixonada pelas artes cênicas.

CE - Esperança, sua personagem, é uma jovem bastante esperta, ativa e bem-humorada. O que tem de Andrea nela e o que a personagem tem ensinado para você?
AB -
 Acho que isso tudo aí! Mas tem uma coisa bem em comum entre mim e Esperança: não se contentar com pouco. Tanto é que tenho algumas outras profissões porque sempre gostei de expandir meu mundo com o máximo de possibilidades, e a Esperança me lembra que esse é meu caminho também, com estradas pluriversais!

Entrevista exclusiva com a atriz Andréa Bak destaque na novela "Rancho Fundo" na TV GloboNa novela "O Rancho Fundo" - TV Globo

CE - Você tem apenas 23 anos e já tem uma trajetória de engajamento como mulher preta e LGBT. Como é ser referência para tantas mulheres e meninas mesmo tão nova?
AB -
 Eu sempre escutei, ao longo da minha trajetória, que sou um sonho materializado dos meus ancestrais. Portanto, não me permito fazer por menos. Se os meus mais velhos lutaram pela minha existência hoje ser brilhante, eu apenas dou continuidade a esse legado de vida! Temos que ser referência pra nós mesmos, afinal os olhinhos das nossas crianças brilham quando veem uma rainha reinando. Então, vamos fazer essas meninas acreditarem que são princesas reinando também!

CE - Aliás, de onde veio o interesse por esse engajamento social? Quando e como tudo isso começou?
AB - 
Tudo começou dentro de casa. Meus pais nunca foram calados diante das situações de vulnerabilidades sociais, então cresci vendo que fazia parte ajudar o próximo e lutar pela vida.

Então, quando passei a estudar num colégio público depois de anos em colégio particular, pude ver a discrepância entre os ensinos públicos e privado. Ali vi que estava errado esse sucateamento do aprender. Comecei no movimento estudantil. Paralelo a isso comecei no rap, no slam, no movimento negro, de mulheres e lgbt. Quando me vi, já era uma liderança política na cidade com menos de 18 anos!

CE - Inclusive, estamos vendo cada vez mais mulheres se posicionando abertamente sobre suas opções sexuais. Como foi pra você se colocar perante à sociedade?
AB -
 Nunca vi limitação no amor. Sempre gostei de pessoas. A partir do momento que concatenei essas ideias de consciência social, eu me encorajei para assumir minhas relações com pessoa de outras identidades de gêneros. Na verdade, o que sempre me importou foi o que a pessoa tem dentro dela.

Entrevista exclusiva com a atriz Andréa Bak destaque na novela "Rancho Fundo" na TV GloboAndréa Bak - Divulgação

CE - Também vemos cada vez mais pessoas pretas ocupando postos importantes na sociedade e na arte. Como você observa esse momento?
AB -
 Para nós, que corre o sangue de África pelo corpo, vivemos arte desde o nascimento. Somos um povo que cantamos e dançamos pra nos expressar: seja nas manifestações da espiritualidade aos movimentos artísticos pretos! Então, crescer no mercado artístico e ser reconhecido nesse lugar, é nada mais nada menos que reparação histórica. Quantos estilos de dança, pintura, música nosso povo preto criou? Estar imerso na arte não é novidade pra gente.

CE - Você chegou a se candidatar a vereadora do Rio na última eleição. Se de fato fosse eleita para um cargo político, quais seriam as metas da sua gestão?
AB -
 Vir candidata a vereadora em 2020 foi uma materialização de que podemos e devemos sim estar em cargos que gestam a vida. E a sociedade entendeu o recado e foi ano de maior de recorde de eleições pretas e lgbts no país inteiro. Foi histórico.

Até tem um documentário premiado mundialmente chamado Corpolitica que gravou esse meu processo. Tive quase 4000 votos no Rio de Janeiro com 20 anos! Eu e minha equipe iríamos fazer com afinco e representatividade o papel de um vereador: fiscalizar o executivo, propor leis municipais e alterações das mesmas.

CE - Andréa, além de atuar, também canta e faz rap, sendo integrante do movimento Slam das Minas, no Rio. De onde veio o interesse por essa arte que ainda tem tão  poucas mulheres? Aliás, já sentiu preconceito por fazer parte desse tipo de movimento?
AB - 
As artes de rua me encantam desde nova. A arte sempre me chamou e eu nunca neguei estar com ela. Não importa se eu trabalho com poesia e sofro preconceito, vou sofrer também dentro de um laboratório de química como técnica formada que sou e ainda sim com diploma podem subjugar minha intelectualidade o assunto.

O que quero dizer é que lidar com machismo dentro da ramo literário, é a mesma sensação que lidar com ele em qualquer lugar da vida. Mas enquanto o machismo grita, eu canto e declaro poemas o combatendo e quem não gostar tem o direito de tampar os ouvidos e virar as costas, porque do palco eu e todas mulheres poderosas, não sairemos.

CE - No seu currículo ainda constam trabalhos literários. Fale um pouco da sua vertente autora e do que te inspira.
AB -
 A minha vivência me inspira. Tenho 23 anos e já estou no meu segundo livro. Ambos são escritas coletivas com autores e poetas que são verdadeiramente minhas referências.

Entrevista exclusiva com a atriz Andréa Bak destaque na novela "Rancho Fundo" na TV GloboDivulgação TV Globo

CE - Hoje, estamos presenciando cada vez mais a importância das redes sociais na vida e na carreira de pessoas públicas. Como é sua relação com essa máquina?
AB -
 Apesar de jovem é um universo que não me agrada. Odeio a ideia de ter que ser atriz e influenciar, poeta e influencer, química e influencer, e por aí vai. Eu gostaria de me dedicar à atuação e ser reconhecida o suficiente para um papel sem que a quantidade de seguidores do meu Instagram fosse o determinante entre eu e outra atriz mais “hypada”. Chega disso. Queremos ser reconhecidos pelo nosso talento, não por like.

CE - Quais seus sonhos profissionais?
AB -
 Minha próxima meta é participar de algum longa metragem e ter um papel protagonista. E de sonho, ah, imagina eu contracenando com a Viola Davis? Já estou pronta para ser sua filha.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).