Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

DÍVIDAS

Consumidores inadimplentes terão descontos de até 99% para "limpar o nome" no Serasa

A edição do feirão será realizada de modo virtual até 30 de novembro
03/11/2020 09:26 - Gabrielle Tavares


Serasa começa nesta terça-feira (3) o 23º Feirão Limpa Nome. São 57 empresas participantes com descontos para pagamento das dívidas de até 99%.

A edição será realizada de modo virtual, até 30 de novembro. Os 64 milhões de consumidores inadimplente poderão renegociar as dívidas através do aplicativo ou site do Serasa Limpa Nome e também pelo Whatsapp.

"Sabemos da importância do nome limpo para que as pessoas tenham mais chances de conseguir crédito, e assim, recomecem sua vida. O ano foi muito difícil devido à pandemia, mas já vemos sinais de retomada” afirma Giresse Contini, diretor de marketing e canais digitais da Serasa.

Depois das negociações o consumidor receberá incentivos para manter o saldo positivo e poderá aumentar o Score em até 25 pontos, pontuação que vai de zero a mil e indica quais as chances de um determinado perfil pagar as contas corretamente nos próximos 12 meses.  

O score de crédito é um dos itens avaliados na concessão de empréstimos, financiamentos e cartões.

Confira as empresas que vão oferecer ofertas no feirão:

Itaú, Banco do Brasil, Recovery, Claro, Santander, Vivo, Casas Bahia, Ponto Frio, Renner, Riachuelo, Pernambucanas, Avon, Bradesco, Carrefour, Porto Seguro, Ativos, Oi, Itapeva, Anhanguera, Sky, Credsystem, Banco BMG, Digio, Zema, Crefisa, Ipanema, Unopar, Hoepers, Tricard, Tribanco, Di Santinni, Calcard, Confiança, Algar, Unic, Fama, Pitágoras, Sorocard, Uniderp, Unime, Hipercard, Conect Car, Elmo, Tenda, Energisa, Cetelem, Havan, Quatro Estações, CPFL, RGE, PagBank, Light, Nosso Lar, Novo Mundo, Koerich, Kredili, Mundial Mix e Cemig.

 
 

Felpuda


Embora tenha manifestação de que não haverá mudanças na administração municipal que se iniciará dia 1º de janeiro, o que se ouve por aí é que a realidade não seria bem assim.

Alguns setores deverão passar por alterações, como forma de se azeitar engrenagens que estariam deixando a desejar. 

O Diário Oficial, a partir daquela data, deverá ser a publicação mais lida a cada manhã.