Clique aqui e veja as últimas notícias!

CAMPO GRANDE

Decisão de indeferimento é balde de água fria em planos de Harfouche

TRE-MS confirmou indeferimento de candidatura de Harfouche ontem; procurador criticou decisão
13/11/2020 09:00 - Flávio Veras


Por maioria de votos, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) negou recurso impetrado pelo procurador de Justiça licenciado Sérgio Harfouche (Avante) e manteve o indeferimento da candidatura dele à Prefeitura de Campo Grande. 

A decisão pode ter dado um banho de água fria na candidatura de Harfouche, segundo colocado nas pesquisas de intenções de voto.

Após a decisão desfavorável, o candidato do Avante convocou uma coletiva de imprensa na tarde de ontem e afirmou que vai recorrer ao Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Na ocasião, Harfouche procurou não falar muito do motivo do indeferimento (o fato de ele não ter deixado o Ministério Público ou se aposentado) e preferiu atacar a imprensa e as urnas eletrônicas; afirmou que seu julgamento é político e ainda criticou seus adversários que tentam tirar seus eleitores, em uma campanha de “voto útil”.  

JULGAMENTO

O julgamento do indeferimento, que começou na quarta-feira, foi concluído na manhã desta quinta-feira (12). 

A candidatura foi indeferida em outubro, pelo juiz da 53ª Zona Eleitoral de Campo Grande, Roberto Ferreira Filho, por entender que o procurador deveria ter deixado o Ministério Público de Mato Grosso do Sul ou se aposentado para concorrer, e não apenas se licenciado.