Clique aqui e veja as últimas notícias!

COVID-19

Programa Prosseguir coloca Campo Grande na bandeira cinza, de grau extremo para pandemia

Na bandeira cinza deveriam funcionar somente os serviços enquadrados como essenciais.
18/12/2020 12:05 - Rafaela Moreira


O secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, foi quem abriu a live diária do Governo do Estado, nesta sexta-feira (18), para prestar esclarecimentos sobre o aumento nos números de casos confirmados da Covid-19, e os setes municípios, incluindo Campo Grande, que estão em grau extremo no programa Prosseguir.   

Naviraí, Amambai, Dourados, Aquidauana, Bela Vista, Sete Quedas e Campo Grande alcançaram a cor cinza. Segundo a orientação do Prosseguir, na bandeira cinza deveriam funcionar somente os serviços enquadrados como essenciais.

Últimas notícias

Riedel ressaltou que o momento é preocupante, novas medidas de restrição estão sendo analisadas, sendo necessário que a população tenha responsabilidade.

“É fato que nós estamos em uma situação de agravamento, nós tivemos 52 municípios com bandeira vermelha, 7 municípios com bandeira laranja, isso é reflexo do avanço da doença no Estado, que traz consequências muito grandes para as unidades de saúde, não há falta de recurso. A grande questão é a capacidade de abertura de leitos de UTIs, precisamos frear a taxa de contágio, a população precisa ter consciência e responsabilidade”.

Em Campo Grande, as únicas restrições são o toque de recolher das 22h às 5h - o mesmo aplicado em todo o Estado - proibições de festas e eventos com mais de 80 pessoas, e limitação de 40% da capacidade em estabelecimentos comerciais.  

Riedel ainda destaca em sua fala que “o Governo vai tomar as medidas necessárias para conter a propagação do vírus, sabemos dos impactos que isso causa na economia, estamos vivenciando um momento muito atípico. Mato Grosso do Sul tem registrado uma taxa alta de óbitos por dia, temos que pensar no atual momento que todos estão vivenciando”.

De acordo com o secretário, o Estado está atento ao plano nacional de imunização, tendo recursos reservados para a compra da vacina.

“Não tenham dúvidas, do que depender do Estado para conseguir o nosso programa de vacinação, junto com o Governo Federal, estaremos fazendo. Nós estamos conversando diariamente sobre esse assunto para atender a toda população de Mato Grosso do Sul”, frisou Riedel. 

Boletim

Mato Grosso do Sul já soma 119.079 casos confirmados de Covid-19, com 1.076 novos registros nesta sexta-feira (18). Foram registradas mais 16 mortes, conforme o boletim epidemiológico do novo coronavírus, apresentado diariamente pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Os novos casos de hoje trazem Campo Grande à frente, com 355 novos casos, seguida por Dourados (92), Amambai (62), Maracaju (57), Corumbá (53), Três Lagoas (38), Chapadão do Sul (32), dentre outros.

Assine o Correio do Estado