Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

REDUÇÃO

Área plantada de milho encolhe 12% no Estado

Dados consolidados com mapeamento espacial aponta que 1,895 milhão de hectares foram plantados na segunda safra
15/07/2020 14:35 - Súzan Benites


A produção da segunda safra 2019/2020 teve o segundo reajuste de área. Conforme a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul (Aprosoja-MS), com a finalização dos trabalhos de mapeamento realizado pelas equipes técnicas, a área de milho terá redução de 12,79% em relação ao ciclo anterior.

No milho safrinha 2018/2019 a área semeada foi de 2,179 milhões de hectares, para a segunda safra vigente a área consolidada é de 1,895 milhão de hectares. A primeira estimativa já havia sido reduzida, inicialmente a projeção era de 1,977 milhão de hectares que passou para 1,9 milhão de hectares. Os números foram atualizados após a equipe da entidade, por meio do projeto Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga-MS) , observar que o montante plantado foi menor do que o inicialmente previsto.  

“A confirmação da redução de área destinada ao milho de 2ª safra consolidou tendências verificadas desde o início da safra de milho com a redução da janela ideal para semeadura da cultura, em função do atraso do plantio da soja na safra anterior e o risco climático indicado em janeiro de 2020 pela Embrapa, levando produtores a optar pelo plantio de outras culturas de inverno, especialmente milheto, sorgo, feijão, pasto, trigo e aveia”, explicou o presidente da Aprosoja-MS, André Dobashi.

PRODUTIVIDADE

Já a produtividade da safra foi mantida  em 72 sacas por hectare com estimativa de produção de 8,195 milhões de toneladas. Dobashi acrescenta que a produtividade ainda será reavaliada diante da necessidade de acompanhamento da colheita, que ainda está em fase inicial. “Com somente 2,1% colhidos, o equivalente a 40.359 hectares, ainda é muito cedo para indicar a produção estadual, uma vez que se tem observado lavouras com milho em vários estágios e com muita disparidade de quantidade de grãos, o que será um desafio nesta safra”, considerou.

Ainda conforme informações da Aprosoja, as máquinas seguem em campo de forma desacelerada. O clima não deve interferir no desenvolvimento da colheita. De acordo com o Agritempo (Sistema de Monitoramento Agro Meteorológico), a previsão indica que as chuvas alcançarão marca máxima de 5 milímetros.

O preço da saca do milho, no MS, valorizou 3,49% entre 2  e 13 de julho de 2020. O cereal encerrou o período negociado a R$ 38,81. Segundo levantamento realizado pela Granos Corretora, até 13 de julho, o MS já havia comercializado 47% do milho safrinha 2020, avanço de 6 pontos percentuais do índice apresentando no mesmo período em relação à safrinha 2019.

 
 

Felpuda


Embora embalada por vários “ex”, pré-candidatura a prefeito de esforçada figura não deslancha. É claro que ninguém ousa falar em voz alta que o apoio, em vez de alavancar os índices com o eleitorado, está é puxando para baixo. Uns dizem que o título do filme “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado” retrata bem a situação. Outros complementam: “... na primavera, no outono, no inverno...”. Como diria vovó: “Aqui você planta, aqui você colhe!”.