Política

Protesto Dilma

Equipe da Abin a serviço da Rio 2016 vai monitorar protesto contra Dilma

Manifestação contra o governo está marcada para às 11h, no Posto 5 da orla de Copacabana

Folha press

16/08/2015 - 07h13
Continue lendo...

Agentes da a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) integrados ao esquema de segurança dos Jogos Olímpicos vão monitorar neste domingo (16) o protesto contra a presidente Dilma Rousseff na praia de Copacabana, zona sul do Rio.

A manifestação contra o governo está marcada para às 11h, no Posto 5 da orla de Copacabana. A mobilização política alterou o horário da competição de ciclismo -classificada como evento-teste pelo comitê olímpico Rio 2016 -que teve a largada antecipada das 9h30 para 8h30.

O ponto de chegada, que antes seria no mesmo local da partida, foi transferida para a praia de São Conrado, zona sul do Rio. A própria Abin sugeriu estas alterações ao comitê organizador dos Jogos.

Frank Márcio de Oliveira, superintendente da Abin no Rio, justificou à reportagem a razão de ter agentes no meio da manifestação deste domingo.

"O protesto não é uma ameaça. Mas pode haver algum ato de hostilidade contra o evente-teste (organizado no mesmo local). Por isso, o uso de agentes de campo. Prefiro chamá-los de 'agentes espectadores'. O termo infiltrado é pejorativo", disse o representante da agência.

O trabalho dos agentes infiltrados é amparado por lei. No entanto, os mesmos devem somente observar, coletar informações e transmiti-las. Em julho de 2013, um agente da Abin, identificado como Igor Matela, foi preso por desacatar policiais militares durante um protesto no Leblon, zona sul do Rio.

Ele estava com a namorada, Carla Hirt, que segundo a polícia atirava pedras na vitrine de uma loja. Segundo Oliveira, o agente foi absolvido em uma sindicância, onde teria sido comprovado que ele não participou dos atos de depredação. "Foi tudo um mal-entendido", disse.

WHATSAPP DA ABIN

Além do protesto, os agentes de campo estarão presentes em todo o percurso da competição. Para monitorar possíveis ameaças, os arapongas (como são popularmente chamados os agentes de inteligência) dispõem de um aplicativo de celular chamado Athena, em alusão à deusa grega da sabedoria.

Apelidado de whatsbin, pela semelhança com o aplicativo de troca de mensagens do gênero, o software foi desenvolvido por técnicos da própria agência. Em uso desde a Copa das Confederações, é através dele que os agentes repassam fotos, vídeos e gravações para o Centro de Inteligência dos Jogos, sediado na sede da agência, no centro do Rio.

A diferença para outros programas do tipo está na transmissão, criptografada, considerada de alta segurança contra hackers.

"Em um horário de pico, como por exemplo na final do triatlo, recebemos cerca de 200 mensagens em 15 minutos. Essas mensagens são processadas e, quando sua veracidade é confirmada, repassamos aos outros centros de controle e à própria Rio 2016. Muitas mensagens são relacionadas ao bom funcionamento da segurança e não necessariamente de falhas", acrescentou.

Segundo Oliveira, as maiores ameaças observadas até o momento nos eventos-teste foram o uso de drones, sem regulamentação, além de facilidade de deslocamento das grades de segurança.

INTELIGÊNCIA

O Centro de Inteligência dos Jogos irá funcionar até o próximo dia 25 de agosto e une representantes da Abin, Forças Armadas e polícias. As informações dos agentes de campo são visualizadas em um telão de forma instantânea.

Caso não seja possível resolver a situação de forma imediata, a informação é repassada para os centros operacionais: Centro Integrado de Comando e Controle (esfera estadual); Coordenação Geral de Defesa de Área (esfera federal); além do Centro de Operações Rio, da Prefeitura, e para o próprio Comitê Rio 2016.

Durante o seu período de funcionamento, além dos eventos-teste, foram monitoradas todas as situações corriqueiras de segurança do Estado. Inclusive os boatos de ataques que se sucederam após a morte do traficante Celso Pimenta, o Playboy.

"Tivemos um trabalho extra ao monitorar esses boatos. Mas todas as gravações veiculadas, de sucessão, ou de ataques, não passaram de boatos. Inclusive uma gravação de um coronel que pedia cautela. Aqui no centro de inteligência é possível monitorar tudo isso", afirmou.

Eleições

Juiz não vê propaganda antecipada de Beto Pereira e mantém publicação em rede social

Ministério Público Eleitoral havia ajuizado reclamação contra pré-candidato tucano à prefeitura de Campo Grande

18/07/2024 19h33

Deputado federal Beto Pereira, em ato de pré-campanha

Deputado federal Beto Pereira, em ato de pré-campanha Reprodução

Continue Lendo...

As convenções só começam no próximo sábado (20), mas nos tribunais, a eleição já começou. Nesta semana, o juiz da 44ª Zona Eleitoral de Campo Grande, David de Oliveira Gomes Filho, negou pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE) para retirar postagens do deputado federal e pré-candidato a prefeito da Capital, Beto Pereira (PSDB), de suas redes sociais.

O MPE alegou que Beto Pereira fez impulsionamento de propaganda eleitoral de “modo não comedido”, e “sem moderação, proporcionalidade e transparência nos gastos”. Ainda alegou que Beto Pereira não informou seu CPF na publicação e, por esses e outros motivos citados, pediu condenação em multa e retirada da propaganda do ar.

David de Oliveira Gomes entendeu que não houve propaganda irregular. “Não foi pedido voto, não consta que os gastos sejam expressivos e muito menos imoderados”, alegou o juiz, que ainda entendeu que a publicação de Beto Pereira não fere a legislação.

A decisão foi publicada na noite desta quarta-feira (17), mas a representação foi ajuizada no dia 5 deste mês. A propaganda atacada pelo Ministério Público é um vídeo de uma conversa entre Beto Pereira e o governador Eduardo Riedel (PSDB), ocasião em que são destacados os dizeres: “Campo Grande está precisando disso” e “pago pelo Beto”.

 

Assine o Correio do Estado

ELEIÇÕES 2024

Sábado abre o período de convenções e definições das candidaturas na Capital

O PT fará a primeira, o PSDB a segunda e PP e União Brasil realizarão o evento político a dois dias do fim do prazo final

18/07/2024 08h00

As convenções oficializarão os nomes de  Camila Jara, Beto Pereira, Rose Modesto e Adriane Lopes

As convenções oficializarão os nomes de Camila Jara, Beto Pereira, Rose Modesto e Adriane Lopes Foto: Montagem

Continue Lendo...

Pela Resolução nº 23.738/2024, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que aprovou em fevereiro deste ano o calendário oficial das eleições municipais do próximo dia 6 de outubro, no sábado, dia 20 de julho, terá início o prazo oficial das coligações partidárias para a escolha de candidatas e candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador.

E, em Campo Grande (MS), o primeiro partido a oficializar as respectivas candidaturas para o pleito municipal deste ano será o PT, às 10 horas, do próximo sábado, dia 20 de julho, no diretório estadual, localizado na Rua Das Garças, 2.320, no centro da cidade, homologando os nomes da deputada federal Camila Jara como candidata a prefeita e do deputado estadual Zeca do PT como candidato a vice-prefeito.

Já na próxima quinta-feira, dia 25 de julho, a partir das 19 horas, será a vez do PSDB, que também realizará no diretório estadual, localizado na Avenida Ministro João Arinos, 156, Bairro Chácara Cachoeira, quando serão oficializados os nomes do deputado federal Beto Pereira como candidato a prefeito e, provavelmente, da coronel PM Neidy Nunes Barbosa (PL) como candidata a vice-prefeita.

No dia 3 de agosto, antevéspera do prazo final estabelecido pela TSE, ou seja, dia 5 de agosto, teremos as convenções do União Brasil e do PP, sendo que, no caso do primeiro partido, o evento político será às 9 horas no diretório estadual da legenda, que fica na Rua Pedro Celestino, 437, na região central, oficializando o nome da ex-deputada federal Rose Modesto como candidata a prefeita, enquanto o nome do candidato a vice-prefeito ainda não foi informado.

Já os progressistas farão a convenção a partir das 16 horas, também no diretório estadual do partido, localizado na Travessa Zezé Flôres, 1.006, no Bairro Santa Fé, quando será oficializada a candidatura à reeleição da atual prefeita Adriane Lopes, sendo que o nome do candidato a vice-prefeito também não foi informado pela direção da sigla partidária.

Após a definição das candidaturas, as agremiações terão até o dia 15 de agosto para registrar os nomes na Justiça Eleitoral, enquanto o dia 16 de agosto marca o início da propaganda eleitoral, sendo que, até lá, qualquer publicidade ou manifestação com pedido explícito de voto pode ser considerada irregular e é passível de multa.

DEMAIS PARTIDOS

Os pequenos partidos, chamados de “nanicos” devido à baixa capilaridade eleitoral, também já marcaram as datas das suas respectivas convenções e, no caso do PSOL, a data é o dia 23 de agosto, às 19 horas, no diretório estadual, que fica Avenida Centaurea, 19, no Bairro Cidade Jardim, para oficializar o cientista social Luso Queiroz como candidato a prefeito e da servidora pública Lya Santos (Rede) como candidata a vice-prefeita.

Já o Novo vai realizar a convenção no dia 30 de julho para oficializar a candidatura a prefeito do pecuarista Beto Figueiró, sendo que o local não foi informado e nem o nome do candidato a vice-prefeito. 
O PRD vai realizar o seu encontro para oficializar a candidatura do vereador Professor André Luís no dia 3 de agosto, entretanto o local e o horário não foram informados.

O PCO informou ao Correio do Estado que a data para a realização da convenção partidária será definida somente na próxima semana pela Executiva nacional da legenda, entretanto, o local será o diretório estadual, que fica na Rua Presidente Dutra, 404, Bairro Monte Castelo. 

Na ocasião, serão homologados os nomes de Jorge Batista como candidato a prefeito e da Professora Rosângela como candidata a vice-prefeita pelo partido.

Saiba - PT fará convenção “extra” para Gleisi

O presidente municipal do PT, Agamenon Rodrigues do Prado, informou que no dia 3 de agosto o partido fará uma espécie de “convenção”, na Câmara de Vereadores, para recepcionar a presidente nacional Gleisi Hoffmann, que contará com as lideranças regionais, bancada federal, bancada estadual e outras lideranças nacionais. “Queremos fazer uma grande festa e apresentar a nossa chapa majoritária, com Camila Jara e Zeca, e chapa proporcional, com candidatos a vereadores e vereadoras”.

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).