Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

ELEIÇÕES 2020

Urnas eletrônicas serão entregues aos presidentes de mesa na segunda-feira

Equipamentos foram carregados com dados de candidatos e lacrados para as eleições do dia 15 de novembro
07/11/2020 17:33 - Glaucea Vaccari


Urnas eletrônicas e materiais de votação começarão a ser entregues aos presidentes das mesas receptoras de votos nesta segunda-feira (9), em Campo Grande.

Cartórios Eleitorais também irão entregar os Equipamentos de Proteção Individual que serão utilizados nas eleições do dia 15 de novembro.

Para as eleições municipais deste ano, a Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul contará com 7.092 urnas eletrônicas, sendo 6.096 de seção e 824 de reserva.  

Em Campo Grande, são 1.911 urnas de votação e 67 de contingência, totalizando 1.978 urnas eletrônicas.

A partir dessa eleição, as urnas modelos 2006 e 2008 não serão utilizadas por motivos de segurança.

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) encerrou na última terça-feira (3) o processo de carga das urnas eletrônicas.

Segundo o TRE, o processo corresponde à inserção, em cada uma das urnas que serão utilizadas no dia da votação, de informações oficiais referentes aos dados dos candidatos e eleitores de cada seção eleitoral.

Após o procedimento, as urnas foram devidamente lacradas.

Diante das adequações no calendário feitas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) devido à pandemia do coronavírus, as eleições 2020 acontecem no dia 15 de novembro, em primeiro turno, e no dia 29, caso haja segundo turno. Neste ano, eleitores escolhem prefeito e vereador.

As votações acontecem das 8 às 17 horas, sempre no horário local.

 
 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!