Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREDOR DE ÔNIBUS

Aberta licitação para última etapa do corredor sudoeste

Investimento previsto é de R$ 12 milhões e obra deve começar em outubro
20/07/2020 14:01 - Glaucea Vaccari


Prefeitura de Campo Grande abriu licitação para contratar empresa para a implantação da última etapa do corredor sudoeste do transporte coletivo.

Previsão é que a última etapa seja iniciada em outubro deste ano.

Investimento previsto é de R$  12. 585.239,82 e a obra será feita na Avenida Marechal Deodoro, no trecho de ligação entre os terminais Bandeirantes e Aero Rancho.

Serão 1, 1 km de drenagem e 5,5 km de recapeamento da avenida, a partir do Terminal Bandeirantes, até a rotatória da Avenida Manoel da Costa Lima.

A partir da rotatória, inicia-se o trecho em pista dupla, com faixa exclusiva de ônibus rente ao canteiro central, com estações de pré-embarque.  

Empresas interessadas tem até o dia 21 de agosto para enviar propostas. Prazo de execução é de um ano, a contar da data de assinatura da ordem de serviço.

Dois primeiros braços do corredor sudoeste do transporte coletivo já estão quase prontos.

Trecho da Guia Lopes e Brilhante passa por instalação de sinalização horizontal e vertical. Já foram instaladas cinco estações programadas para o trecho de 2,2 km.,  

Já na Bandeirantes, 3,8 km estão recapeados e a sinalização começa neste mês, assim como a conclusão de sete estações.

A obra de recapeamento do Corredor Sudoeste foi iniciada em fevereiro de 2017, com o serviço na Brilhante, e interrompida no fim do ano por causa do período de chuvas. 

Em janeiro de 2018, a prefeitura decidiu dividir em três lotes as obras de recapeamento das vias que integram o Corredor Sudoeste. 

 
 

Felpuda


Pré-candidatos que em outras eras cumpriram mandato e hoje sonham em voltar a ter uma cadeira para chamar de sua estão se esmerando em apresentar suas folhas de trabalho. O esforço é grande para mostrar os serviços prestados, mas estão se esquecendo que a cidade cresceu, os problemas aumentaram e aquilo que já foi tido como grande benefício hoje não passa da mais simples obrigação diante do progresso e das novas exigências legais. Assim sendo....