Cidades
VACINA COVID-19

Ministério orienta que 2º dose das vacinas contra a Covid-19 não deverão mais ser antecipadas

Nota técnica de gestores do Sistema Único de Saúde prevê ainda inclusão de adolescentes sem comorbidades na campanha de vacinação

Gabrielle Tavares

29/07/2021 11:23

A partir de agora, estados e municípios deverão seguir rigorosamente os intervalos entre as doses das vacinas contra a Covid-19 previstos no Programa Nacional de Imunizações (PNI), sob pena de responsabilidade futura.

A orientação foi  feita através de nota tripartite de gestores do Sistema Único de Saúde (SUS), como o Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

"O sucesso da vacinação depende da atuação sinérgica, harmônica e solidária entre os níveis federal, estadual e municipal, além da colaboração imprescindível da sociedade civil e dos meios de comunicação", apontou o documento.

Últimas notícias