Cidades

Cidades

Bloco eletrônico será adotado pela PM para multar mais

Bloco eletrônico será adotado pela PM para multar mais

Redação

22/02/2010 - 03h51
Continue lendo...

A partir do próximo mês, os policiais de trânsito de Campo Grande começam a trocar os blocos de papel por equipamentos eletrônicos para aumentar o número de multas. O novo sistema está instalado em 30 smartphones (computadores de mão com serviços de telefonia móvel), que têm acesso direto ao banco de dados do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/ MS). Isso pode agilizar a tramitação dos processos de infrações de trânsito. Hoje, em reunião no órgão às 10h, será feita explanação do método, além do lançamento de campanha para redução do número de acidentes e de mortes.No ano passado, foram registrados 7.654 na Capital, quando 58 pessoas perderam a vida. Mensalmente, a polícia de trânsito expede, em média, 1,9 mil multas, sendo que esse número pode ser maior quando as blitze são intensificadas. Diariamente, são lavrados 70 autos de infração. Em janeiro deste ano, 2.705 infrações de trânsito foram registradas pelos policiais. Os militares da Companhia Independente de Polícia de Trânsito (Ciptran) passaram por treinamento no início de fevereiro e já começaram a utilizar o “bloco eletrônico” de forma experimental. “É um avanço porque com esse sistema podemos ter dados rápidos dos motoristas e dos veículos”, avaliou o comandante da Ciptran, major Alírio Vilassanti Romero. Ele explicou que o equipamento facilita a consulta da situação do motorista, pois dá acesso ao banco de dados do Detran. Além disso, com o uso dele, a tramitação da multa começa imediatamente após o preenchimento no talão eletrônico. Como o aparelho tem Sistema de Posicionamento Global (GPS), o auto de infração terá preenchimento automático de localização, hora e data. O equipamento também imprime uma via da multa, que é entregue ao motorista e a assinatura da via continua sendo facultativa. O major Vilassanti lembra que o fato de o motorista assinar a multa não significa que ele admite ter cometido a infração de trânsito, mas apenas oficializa o recebimento de uma das vias do auto de infração. O comandante da Companhia de Polícia de Trânsito não acredita que o uso dos novos equipamentos possa iniciar uma “indústria de multas”, já que, segundo ele, nada se altera nas fiscalizações e formas de perceber as infrações de trânsito. Ele lembra ainda que, mesmo com o uso do novo sistema, os talões de papel não serão aposentados, para alguma eventualidade.

RESPEITO

CNJ afasta desembargador que falou em mulheres loucas atrás de homens

O magistrado paranaense estava no comando da 12ª Câmara Cível, destinada ao julgamento de causas de família

18/07/2024 07h10

Desembargador foi denunciado ao CNJ pela Ordesm dos Advogados do Brasil do Paraná

Desembargador foi denunciado ao CNJ pela Ordesm dos Advogados do Brasil do Paraná

Continue Lendo...

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou nesta quarta-feira (17) o afastamento do desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) Luís Cesar de Paula Espíndola.

A medida foi tomada pelo corregedor nacional de Justiça, ministro Luís Felipe Salomão, que decidiu investigar o magistrado por "discurso potencialmente preconceituoso e misógino" durante uma sessão de julgamento realizada no dia 3 de julho.

Durante o julgamento sobre assédio envolvendo uma menor de 12 anos, o desembargador disse que as "mulheres estão loucas atrás dos homens" e criticou o que chamou de "discurso feminista desatualizado". Na sessão, o magistrado também votou contra a concessão de medida protetiva à adolescente.

"Se Vossa Excelência sair na rua hoje, quem está assediando, quem está correndo atrás de homens são as mulheres, porque não tem homem. Hoje em dia, o que existe é que as mulheres estão loucas atrás dos homens, porque são muito poucos. A mulherada está louca atrás de homem". afirmou.

O afastamento foi motivado por uma ação da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Paraná. No entendimento do corregedor, o desembargador não pode continuar no cargo, exercendo a presidência da 12ª Câmara Cível, destinada ao julgamento de causas de família.

"Diante da gravidade do caso e a premente necessidade de prevenir situações futuras em caso de permanência do desembargador à frente da Câmara que atua nesta mesma matéria, com atitudes reiteradas de contrariedade às políticas e normativos encampados por este conselho", afirmou o ministro.

Em nota divulgada após o episódio, o desembargador disse que não teve a intenção de "menosprezar o comportamento feminino".

"Esclareço que nunca houve a intenção de menosprezar o comportamento feminino nas declarações proferidas por mim durante a sessão da 12ª Câmara Cível do tribunal. Afinal, sempre defendi a igualdade entre homens e mulheres, tanto em minha vida pessoal quanto em minhas decisões. Lamento profundamente o ocorrido e me solidarizo com todas e todos que se sentiram ofendidos com a divulgação parcial do vídeo da sessão", declarou.

(Informações da Agência Brasil)

Previsão do tempo

Confira a previsão do tempo para hoje (18) em Campo Grande e demais regiões de Mato Grosso do Sul

Calor continua se aproximando

18/07/2024 04h30

Céu com nuvens

Céu com nuvens Marcelo Victor / Correio do Estado

Continue Lendo...

Nesta quinta-feira (18), o tempo é estável, com sol e variação de nebulosidade e temperaturas em elevação. Os índices de umidade relativa do ar ficam baixos, com valores entre 15% e 35%.

Durante a noite e ao amanhecer, as temperaturas mínimas permanecem mais amenas porém, ao longo do dia, as temperaturas máximas estarão em gradativa elevação. Não se descarta a possibilidade para a formação de nevoeiro e/ou neblinas.

Os ventos estarão bem variáveis atuando entre o quadrante sul, leste e norte com valores entre 30 km/h e 50 km/h. Pontualmente, podem ocorrer rajadas de vento acima de 50 km/h.

Confira abaixo a previsão do tempo para cada região do estado:

Para Campo Grande, estão previstas temperatura mínima de 16°C e máxima de 29°C. 

A região do Pantanal deve registrar temperaturas entre 16°C e 32°C. 

Em Porto Murtinho é esperada a mínima de 16°C e a máxima de 31°C. 

O Norte do estado deve registrar temperatura mínima de 14°C e máxima de 31°C.

As cidades da região do Bolsão, no leste do estado, terão temperaturas entre 14°C e 29°C. 

Anaurilândia terá mínima de 14°C e máxima de 29°C. 

A região da Grande Dourados deve registrar mínima de 13°C e máxima de 28°C. 

Estão previstas para Ponta Porã temperaturas entre 14°C e 24°C. 

Já a região de Iguatemi terá temperatura mínima de 14°C e máxima de 26°C. 

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).