Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BOLETIM COVID-19

Campo Grande corresponde a 42% dos óbitos por Covid-19 do mês de agosto em MS

Nas últimas 24h foram notificadas 15 novas mortes e 947 novos contágios em todo o estado
12/08/2020 11:59 - Rodrigo Almeida


O boletim Epidemiológico do Governo do estado da manhã desta quarta-feira (12) revelou 62 mortes em Campo Grande só no mês de agosto. 

Dos 150 óbitos notificados em todo o Mato Grosso do Sul, cerca de 42% deles são de moradores da Capital. 

De ontem para hoje, foram reveladas 15 novas mortes por Covid-19. Corumbá e Campo Grande encabeçam a lista com 4 notificações cada uma. Miranda reportou duas, Dourados, Guia Lopes da Laguna, Sidrolândia, Jardim e Nova Andradina apresentaram uma morte cada. 

A média móvel de mortes em Mato Grosso do sul está em 13,9 para os últimos sete dias. Só em Campo Grande a média está em 6,4. Em julho, foram 320 no estado todo e 130 na Capital, ou seja, a doença avança com força na principal cidade de MS. 

Segundo a Secretaria-adjunta da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Crhistinne Maymmone, “é muita gente, e a gente não pode deixar de se indignar e seguir as recomendações básicas para enfrentamento da doença”. 

Até agora foram notificados 13 940 casos na Capital em comparação com os 33 509 do estado todo desde o início da pandemia, em março. A média móvel de contágios está em 742 por dia na última semanas. 

Nas últimas 24h foram 947 novos contágios da doença, Campo Grande com 429 encabeça a lista e é seguida por Três Lagoas com 56, Corumbá com 54 Miranda com 52 e Sidrolândia 37. 

Apesar de ter anunciado novos leitos no início dessa semana, a taxa de ocupação de leitos de UTI em Campo Grande segue subindo. No dia da inauguração no Hospital do Pênfigo estávamos em 82%, como o novo relatório a ocupação atingiu 87%. 

Sobre esse dado, a secretária-adjunta foi categórica “não temos fábrica de recursos humanos, nós temos limites para expansão de leitos. Se não tomarmos uma medida agora, em 14 dias, no dia 26 de agosto, talvez tenhamos mais 7 mil casos novos, se seguirmos as médias móveis que estamos vendo”. 

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!