Clique aqui e veja as últimas notícias!

QUEIMADA RECORDE

Deputados propõem compra de aeronaves de R$ 100 milhões para combate ao fogo no Pantanal

Proposta é de aquisição de dois aviões e um helicóptero para auxiliar trabalhos
01/10/2020 15:25 - Glaucea Vaccari


Em ano de queimadas recordes no Pantanal, Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul solicitou a compra de três aeronaves, com valor estimado em  R$ 100,23 milhões, para reforçar o combate aos incêndios.

Solicitação foi feita durante audiência pública “Queimada no Pantanal”, realizada nessa quarta-feira (30) por teleconferência com deputados estaduais e federais e representantes de diversas entidades.  

Ofício com a sugestão foi entregue ao secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, como encaminhamento da audiência.

Justificativa para a compra de três aeronaves é o aumento expressivo das queimadas e a dificuldade de acesso terrestre para o combate em alguns pontos.

Sugestão é da aquisição de um helicóptero multimissão, biturbina, piloto e copiloto, equipado com farol de busca, kit rapel, cargo hook, guincho de resgate sem limitação de ciclos na operação, kit aeromédico completo, entre outras características, orçado em US$ 11,709 milhões.  

Também foi proposta a compra de duas aeronaves Air Tractor, biplace, de combate a incêndio completa, cujos valores somam US$ 6 milhões.  

Na cotação atual, o investimento total, de US$ 17,709 milhões é estimado em R$ 100,235 milhões.

 
 

Queimadas

Dados apresentados por Verruck apontam que 3,46 milhões do Pantanal foram destruídos por incêndio neste ano, mais do que o dobro registrado no ano passado, que foi de 1,55 milhão de hectares.

Mês de setembro terminou com 7.424 focos de calor ou queima contabilizados, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), sendo o maior número desde 1998, quando foi iniciado o monitoramento.

No ano, de janeiro até setembro, Inpe detectou 17.577 focos de calor no Pantanal, a maior quantidade já registrada na história, mesmo faltando três meses para o fim do ano.

Até então, 2005 era o ano recorde, com 12.536 focos. 

Operação Focus, da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), vistoriou 28 fazendas e resultou em três pessoas presas e aplicação de multas no valor de R$ 8 milhões.

Combate as queimadas conta com bombeiros do Estado, de Santa Catarina, Minas Gerais e Paraná. Nesta semana, 42 brigadistas do Nordeste chegaram a Corumbá.

Até o fim da semana, mais três helicópteros vêm de Mato Grosso para Corumbá.