Clique aqui e veja as últimas notícias!

GUERRA NA FRONTEIRA

Funcionário de Pavão e filho de 5 anos são executados a tiros de fuzil

Crime foi ontem a tarde, em Assunção
26/10/2017 14:29 - LUANA RODRIGUES


 

Um funcionário do narcotraficante Jarvis Chimenes Pavão foi assassinado ontem (25) em Assunção, no Paraguay. Willian Giménez Bernal, 28 anos,  estava com o filho, Gabriel Giménez González, de 5 anos, quando teve o carro alvejado por tiros de fuzil. Widel Fidelino Lescano Giménes, que também estava no veículo, foi ferido por três dos disparos.

Conforme o jornal ABC Collor, o ataque ocorreu por volta das 14h30. As vítimas estavam num veículo em nome da empresa Grupo Cristo Rey SA, de Pedro Juan Caballero, quando foram atacados por homens, a bordo de um caminhão.

Willian tentou fugir no meio dos tiros, mas acabou atingido por vários tiros. O filho dele também foi baleado na cabeça. Widel levou três tiros e foi socorrido para o hospital.

Hoje pela manhã, autoridades de segurança paraguaias concederam uma entrevista coletiva à imprensa para explicar o trabalho da polícia para esclarecer o ataque. 

O ministro do Interior Lorenzo Lezcano reconheceu que o trabalho de inteligência do país deve ser fortalecido para chegar a membros de grupos criminosos, em particular com a Polícia Federal do Brasil.