Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

LEI

Motoentregadores terão espaços para estacionamento e descanso em Campo Grande

Lei autoriza a criação de espaços públicos destinados aos profissionais que fazem entrega por aplicativo
10/09/2020 14:48 - Glaucea Vaccari


Motoboys e ciclistas que realizam entregas por aplicativo terão espaços destinados para estacionamento, repouso e descanso em Campo Grande.

Lei que permite a criação de espaços públicos para estes fins foi sancionada pelo prefeito Marcos Trad (PSD) e publicada na edição de hoje do Diário Oficial do Município.

Os espaços destinados a estes profissionais deverão ter condições mínimas, como placa ou totem de identificação do ponto, com iluminação, cobertura, tomadas e assentos.

A localização destes pontos de estacionamento ainda será definida pela prefeitura, mas será dada preferência aos corredores gastronômicos.

Justificativa da lei é que, diante das dificuldades do mercado de trabalho, número de entregadores por aplicativo tem aumentando em Campo Grande e, como muitos restaurantes ficam localizados perto de ruas e avenidas de grande movimentação, acaba havendo, não raramente, obstrução das calçadas destinadas aos pedestres enquanto aguardam os pedidos.

Ainda segundo a justificativa apresentada na Câmara, durante o trabalho, os entregadores não têm pontos de apoio para recarregar o celular ou beber água até aguardar o próximo pedido.  

Atualmente, o local de descanso é em cima da própria moto, parada em calçadas ou aglomerados em ruas próximas a shoppings, restaurantes e estacionamentos de supermercados.  

Com esta nova lei, assim que implantados os pontos específicos para a categoria, fica proibido o uso de calçadas como estacionamento e motos e bicicletas.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!