Cidades

Cidades

Operação conjunta entre Polícias Militar e Civil desarticula quadrilha na região norte de MS

Operação conjunta entre Polícias Militar e Civil desarticula quadrilha na região norte de MS

Redação

28/07/2010 - 14h25
Continue lendo...

     

Após levantamento realizado por investigadores da Polícia Civil em São Gabriel do Oeste e apreensões de veículos pela PM da cidade, policiais militares e civis prenderam os autores de vários roubos e furtos realizados recentemente nas cidades de São Gabriel do Oeste, Rio Verde de Mato Grosso e Coxim, localizadas na região norte de Mato Grosso do Sul.

De posse de mandados judiciais, os policiais, em operação conjunta, foram em busca dos supostos autores de tais roubos e furtos, resultando em cerco policial e a entrada tática em uma residência onde estavam os acusados.

Após a rendição do grupo na residência, os policiais fizeram uma busca minuciosa no local e encontraram balaclavas, armas, dinheiro, drogas e grande parte do material roubado e furtado das vítimas, como carteiras, bolsas, celulares, tênis, máquinas fotográficas, relógios, bebidas, além de um carro e uma motocicleta.

Foram presos Elcio Flores Valdez, de 22 anos; Silvanei José da Silva, 19 anos; Euler Flores Valdez, de 18 anos; Anderson Luiz Schiwingel, de 25 anos; Estefani Nanci Paiva Cano, de 18 anos e apreendidos três adolescentes com 15, 16 e 17 anos. Os acusados foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil local, assim como o material encontrado.

        

TAC

Michel Teló faz acordo e terá que pagar R$ 35 mil por desmatar fazenda

Cantor também se comprometeu a fazer reposição florestal das mesmas espécies e tamanho suprimido e não fazer novos desmatamentos

24/07/2024 19h33

Mais de 1,5 mil hectares foram desmatados na fazenda que pertence a família de Michel Teló

Mais de 1,5 mil hectares foram desmatados na fazenda que pertence a família de Michel Teló Foto: Reprodução

Continue Lendo...

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) e proprietários da fazenda Esperança, entre eles o cantor sertanejo Michel Teló, firmaram Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), onde ele se compromete a pagar uma indenização de R$ 35 mil a uma Organização Não-Governamental (ONG), devido ao desmatamento em área de preservação permanente (APP) na propriedade, localizada em Campo Grande.

O desmatamento foi alvo de inquérito do Ministério Público. Na ocasião da constatação, os proprietários foram multados em R$ 4 mil e notificados a regularizar a área que passou por intervenção.

Conforme o TAC, o pagamento é a título de indenização pelo desmate de 4,2830 hectares de vegetação em área de reserva legal e 1,2921 hectares de árvores isoladas, sem autorização ambiental.

O valor será dividido em 12 parcelas R$ 2.916,66, a serem pagas mensalmente. O valor será destinado à Associação de Amparo e Defesa Animal Fiel Amigo.

Além disso, os proprietários também se comprometeram a apresentar o crédito de reposição florestal considerando a estimativa baseada nos tipos de vegetação presentes nas áreas desmatadas, referentes aos mesmos hectares suprimidos da fazenda.

Por fim, também houve o compromisso de não desmatar, em qualquer extensão, vegetação nativa da Fazenda Esperança, a menos que estejam dentro de requisitos permitidos pela legislação, e com autorização.

Em caso de descumprimento, haverá multa.

Com o TAC firmado, o inquérito deve ser arquivado.

Desmatamento

Conforme o inquérito civil, imagens de satélite identificaram o desmatamento de vegetação nativa em duas áreas distintas da Fazenda Esperança. Em uma das áreas foi realizada a construção de um tanque em região úmida.

Ambas as áreas estão inseridas na área de proteção ambiental municipal da bacia do córrego Ceroula. 

O desmatamento tinha como objetivo abrir espaço para cultivo de agricultura. Em programa recente divulgado no Youtube, o cantor sertanejo mostrou a propriedade a falou sobre os planos de investir na lavoura e mostrou o início do plantio de soja. Na primeira etapa, segundo ele, seriam 200 hectares plantados.

Em nota, a assessoria de imprensa do cantor informou que a propriedade tem 942 hectares e que á área desmatada corresponde a 0,1% dos hectares totais, além de ressaltar que as solicitações feitas pelo órgão ambiental foram atendidas.

O responsável pela propriedade, César Augusto Teló, também respondeu ao Ministério Público argumentando que, após a notificação para regularização das intervenções realizadas na fazenda, ele apresentou o Projeto de Recuperação de Área Degradada e Alterada (PRADA), Cadastro Ambiental Rural (CAR) e solicitação das taxas para o licenciamento corretivo e volumetria da reposição florestal.

O Prada teria sido elaborado antes da autuação e contemplava a área de APP do imóvel e outras que necessitavam de regeneração.

Posteriormente, o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) determinou a alteração do CAR, para inclusão das áreas de veredas como áreas de preservação ambiental, assim como a correção da localização do Córrego Mantena, o que fez com que o proprietário apresentasse um novo PRADA. Ele solicitou o arquivamento do inquérito.

O Ministério Público, por sua vez, afirmou que não se arquiva inquérito civil em que haja dano ambiental sem formalização de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), mesmo com o protocolo do Prada. 

Avanço

Pontaporanense recebe primeiro transplante de fígado em MS

O paciente que recebeu o transplante na terça-feira (23) pelo SUS no Hospital Adventista do Pênfigo, apresenta quadro estável; a equipe médica comemorou o resultado

24/07/2024 18h51

Divulgação Hospital do Pênfigo

Continue Lendo...

Um idoso de 60 anos, natural de Ponta Porã, foi o primeiro paciente a receber um transplante de fígado em Mato Grosso do Sul. O transplante foi realizado na terça-feira (23), no Hospital Adventista do Pênfigo por meio do no Sistema Único de Saúde (SUS).

A unidade aguardava os trâmites burocráticos com a Prefeitura de Campo Grande para efetuar o procedimento.

Conforme informou o Hospital, o paciente fazia acompanhamento na unidade há mais de um ano, e necessitava de passar pelo procedimento por sofrer de Cirrose Hepática. 

Veja o vídeo do procedimento

 

 

Recuperação

O idoso deixou a sala de cirurgia lúcido e conversando com a equipe médica. Segundo divulgação da assessoria o quadro de saúde é estável. Com a evolução positiva logo deve ser transferido Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Os médicos querem observar a evolução do paciente por mais alguns dias. Diante do quadro positivo a previsão de alta pode ocorrer nos próximos dias. 

"O transplante realizado de forma inédita no Hospital Adventista do Pênfigo é uma enorme conquista para a população de Mato Grosso do Sul que ganha mais um serviço de saúde de excelente qualidade", pontuou a unidade e completou:

"A expectativa é que ao menos 60 cirurgias sejam realizadas ao ano na unidade de saúde. Para tanto, é necessário mais do que nunca falar sobre a importância da doação de órgãos para que vidas sejam salvas".

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).