Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BAIXAS TEMPERATURAS

Pico da frente fria tem sensação térmica de -2°C em MS

Em vários municípios houve formação de geada negra
08/05/2020 08:50 - Gabrielle Tavares, Ricardo Campos Jr


 

Sul-mato-grossenses sentiram o ápice dos efeitos de uma frente fria na madrugada desta sexta-feira (8), quando a sensação térmica em alguns município chegou a -2°C. Em vários municípios houve formação de geada negra, quando as temperaturas são tão baixas que queimam as plantas, deixando escuros os caules.

É o caso de Rio Brilhante. Os termômetros desse município da região sul ficaram em torno dos 2,9°C, enquanto na prática a situação era bem pior. “O vento por lá chegou aos 42 quilômetros por hora”, disse o meteorologista Natálio Abrão, da Uniderp.

Conforme dados do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), em Iguatemi a mínima foi de 1,1°C.

Em Campo Grande é de 10,1°C com sensação térmica de 7°C. Amambai (3,1°C), Bela Vista (4,4°C) e Caarapó (4,6°C) tiveram geada.

A boa notícia para quem não gosta de frio é que as temperaturas devem começar a subir ao longo do dia. A coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues, disse ao Correio do Estado que as madrugadas devem seguir com mínimas acentuadas.

“Frentes frias sempre têm uma massa de ar frio associada. A diferença dessa para as outras é a origem e deslocamento. Estamos diante de um fenômeno de origem polar (Península Antártida) com deslocamento dentro do continente, o que chamamos de frente fria continental. Existem outras que não percebemos, às vezes são mais oceânicas e interferem mais nas regiões sul e sudeste do Brasil”.

 

Felpuda


Nos bastidores, há quem garanta que a única salvação, de quem está com a corda no pescoço, é ele aceitar ser candidato a vice-prefeito em chapa de novato no partido. Vale dizer que isso nunca teria passado por sua cabeça, uma vez que foi eleito com, digamos, “caminhão de votos”. Se aceitar a imposição, pisaria na tábua de salvação; se recusar, poderá perder o mandato. Ah, o poder!