Clique aqui e veja as últimas notícias!

ESTRAGO

Na região do São Conrado, em Campo Grande, parte de ponte cede e provoca transtornos no trânsito

Ponte está localizada na rua Panambi Vera, sobre o córrego Lagoa
21/01/2021 12:04 - Naiara Camargo


Parte de uma ponte cedeu, há cerca de duas semanas, na rua Panambi Vera, esquina com avenida Dr. Nasri Siufi (extensão da avenida Prefeito Lúdio Martins Coelho), região dos bairros São Conrado e Santa Emília.

A Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) interditou a via com placas sinalizadoras e muitas pedras amontoadas, uma em cima da outra. 

“Vieram aí e só jogaram aquelas pedras para interditar. Não resolvem nada”, disse Adriano Ossuna Penha, borracheiro.

Últimas notícias

O rapaz também aponta que o comércio no local foi afetado. “Transtorno para a população que habita nos bairros, tem que dar uma volta enorme, um desvio enorme”, afirma.

Ainda de acordo com ele, não é de hoje que acontece isso nessa mesma ponte. “Já é a quarta vez que eles mexem nessa ponte. É só dinheiro público que vai e ninguém resolve nada”.

Pedro, aposentado e morador da região, disse que toda vez que chove forte, a ponte cede. “Já caiu até carro lá dentro. Tem que fazer uma estrutura boa para que isso não aconteça mais quando der essa chuvarada”, disse.

Ele ainda revela que antes da ponte cair, ela já estava cedendo um pouco e que todo esse transtorno, além de ter que dar um desvio enorme, é perigo para causar acidentes.

Rudi Fiorese, secretário municipal de Infraestrutura, conta que a causa do desmoronamento foi que a chuva “levou parte do aterro, do encabeçamento da ponte. Ali tem o desnível no final da ponte no fundo do córrego, e isso está provocando uma lesão nas laterais, e leva o aterro”.