MENU

Clique aqui e veja as últimas notícias!

COVID-19

"É a vitória da ciência contra a doença", diz Marcos Trad ao iniciar vacinação na Capital

Prefeitura orienta que população não procure unidades de saúde, pois doses serão inicialmente para prioritários
19/01/2021 11:52 - Beatriz Magalhães


Em cerimônia simbólica, prefeito Marcos Trad (PSD) oficializou o início da imunização contra a Covid-19 em Campo Grande. 

Das 158.760 doses recebidas pelo Estado, 23.932 mil foram disponibilizadas para a Capital e prefeitura diz que, de início, a estratégia é “priorizar dentro do grupo prioritário”. 

Cerca de 11 mil pessoas serão imunizadas neste primeiro momento, já que são necessárias duas doses para que a imunização seja efetivada. 

Últimas Notícias

Na presença do prefeito e do secretário municipal de saúde, José Mauro Filho, a vacina foi entregue para a enfermeira responsável técnica pelo Centro Regional de Saúde Dr. Antônio Pereira, Flávia Cristine Correia de Almeida, 52 anos, que oficializou, simbolicamente, o início da vacinação em Campo Grande. 

Enfermeira há 22 anos na unidade, Flávia celebra a vacina “Eu vejo o início da vacinação como a esperança de dias melhores”.

No evento, Marcos Trad ovacionou o Sistema Único de Saúde (SUS). “É a vitória da ciência contra a doença. Da vida contra a morte. A esperança e a certeza de dias melhores, longe de cenas que costumamos ver, de seres humanos intubados”, coloca o prefeito sobre o início da vacinação um dia após a chegada no Estado. 

“É a certeza de todo mundo, de que mais uma vez a ciência e o Sistema Único de Saúde venceram a doença”, finaliza Trad.

Ainda na Cerimônia, o secretário Municipal de Saúde, José Mauro Filho, falou sobre o plano de vacinação da Capital. 

No primeiro momento, as vacinas serão direcionadas apenas para idosos institucionalizados, sendo aqueles internados ou que moram em asilos, e os profissionais da linha de frente no combate a pandemia. 

“Nós precisamos, pelo menos como forma de reconhecimento dos profissionais da saúde, iniciar essa vacinação por quem está dando sua vida em prol do próximo”, coloca o secretário. 

“Nesse momento há doses que vão ser direcionadas exatamente ao público que está diante às pessoas, exposto no atendendo. Nós não podemos parar essa máquina, que são os funcionários da saúde, para poder dar assistência à população. Então é por isso que se começa a vacinação por esse público tão importante, para que possamos enfrentar a doença”, defende José Mauro Filho

O plano de vacinação de Campo Grande prioriza o seguinte público: trabalhadores de saúde; trabalhadores de saúde sala de vacinação; trabalhadores de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) e residências inclusivas; pessoas idosas com mais de 60 anos ou residentes em ILPIs; pessoas a partir de 18 anos com deficiência, residentes em residências inclusivas institucionalizadas. Ao todo, 11.966 receberão as duas doses da vacina. 

CADASTRO

Para agilizar o processo de identificação das pessoas que pertencem aos grupos prioritários, a Prefeitura solicita o cadastramento no site: www.vacina.campogrande.ms.gov.br.

Os usuários precisam preencher um questionário com dados pessoais e no caso de profissionais da saúde anexar um comprovante. Para ambos é necessário o anexo de um documento oficial com foto. 

A prefeitura destaca que o cadastro de identificação não é um agendamento, mas garante atendimento mais rápido, evitando aglomerações.

“É muito importante que toda população entre no site e realize o cadastro. É um site de identificação para que nós possamos saber qual a população que temos para vacinar. Muitas pessoas, infelizmente acreditam que a vacina não deva ser o caminho, mas reforçamos que a vacina é o único caminho para enfrentar esse problema de forma efetiva. Então ó site é importante para que toda a população se cadastre. Isso vai agilizar o tempo de vacinação de todos que procurarem as unidades quando for aberta a população. O site também será importante para monitorar a segunda dose. Então é importante esse cadastro para que possamos fazer essa organização de forma mais efetiva e rápida”. 

O secretário orienta que aqueles quem têm mais dificuldades procurem ajuda de filhos, parentes, amigos para que possam fazer esse cadastro, mas caso não seja realizado, a vacinação será realizada da mesma forma, já que o objetivo do site é auxiliar na organização e agilidade do processo. 

Assine o Correio do Estado.