Clique aqui e veja as últimas notícias!

CORONAVÍRUS

Santa Casa começa a vacinar profissionais da saúde atuantes na linha de frente

Primeira imunizada foi médica que trabalha na UTI Covid desde março, ela dedicou a vacina "para todas as pessoas que não puderam esperar por esse momento"
19/01/2021 12:09 - Gabrielle Tavares


O Hospital Santa Casa de Campo Grande recebeu 300 doses da vacina contra a Covid-19 na manhã desta terça-feira (19). Os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate ao coronavírus serão priorizados, dos 6 mil colaboradores do hospital, a expectativa é que mil sejam vacinados na primeira leva do imunizante.

A unidade vai seguir a ordem de vacinação padronizada pelo Ministério da Saúde, todos os profissionais lotados na UTI Covid e Enfermaria Covid serão vacinados primeiro. Posteriormente, serão os atuantes do Pronto Socorro, Plantão Hospitalar, Centro Cirúrgico, Especialidades Cirúrgicas, CTIs, Enfermarias e todos os setores assistenciais.

As doses dos imunizantes produzidas pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, chegaram a Mato Grosso do Sul na tarde de ontem (18), na Base Aérea de Campo Grande, trazidas por um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Últimas notícias

A médica infectologista da Santa Casa, Priscilla Oliveira assegurou que todas as pessoas que trabalham no hospital, diretos e indiretamente, serão imunizadas.

A primeira a receber a dose da Coronavac foi a médica Maristela Curado do Amaral, de 44 anos, que trabalha desde o início da pandemia nos leitos de UTI Covid da Santa Casa. Ela conseguiu passar pelos dez meses de pandemia sem pegar o vírus, mesmo trabalhando diretamente com ele.

“Precisamos que o máximo de pessoas sejam vacinadas para que o vírus pare de circular e a pandemia acabe. Se eu pudesse dedicar esse momento eu dedicaria para aquelas pessoas, aquelas famílias que infelizmente não puderam esperar por esse momento, é para elas que a gente dedica nosso trabalho”, relatou.

Uma equipe multiprofissional composta por 13 médicos, enfermeiros, técnicos e administrativos, também foram os primeiros a receber a vacina. Todos eles vão tomar a segunda dose no dia 4 de fevereiro, 17 dias após a primeira dose como foi orientado pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).