Clique aqui e veja as últimas notícias!

DIA DE REIS

Por que a árvore de Natal e enfeites natalinos são retirados no dia 6 de janeiro?

Dia de Reis marca início de preparação de um novo tempo e o anúncio da chegada de Jesus deixa de fazer sentido
06/01/2021 10:31 - Glaucea Vaccari


Passadas as comemorações de fim de ano, tradicionalmente, a decoração de Natal, como árvore e luzes de pisca-pisca, são retiradas das casas no dia 6 de janeiro.

Nesta data é comemorado o Dia de Reis pelos cristãos, em celebração ao dia em que Jesus recebeu a visita dos três reis magos, guiados por uma estrela.

Últimas notícias

Na religião Católica, a data de montagem da árvore de Natal e demais decorações natalinas é sempre no primeiro domingo do advento, que é o período litúrgico que marca a preparação para o nascimento de Jesus.

O advento dura quatro semanas e termina às vésperas do dia de Natal, 25 de dezembro.

Na data do início são montados o presépio, a árvore e a coroa do advento. Apesar de ser o dia correto para a montagem, a data varia de acordo com cada família, não havendo uma tradição. 

Já a retirada dos enfeites é culturalmente mais forte e costuma ocorrer no dia 6 de janeiro. 

Mas por que retirar as decorações neste dia?

Segundo a religião católica, o Dia de Reis marca a data em que os reis encontraram, levaram presentes e revelaram o menino Jesus a todas as nações.

Desta forma, na Igreja, se encerra o tempo de Natal e se inicia o tempo comum.

Com o fim das comemorações de Natal, perde-se o sentido de manter as decorações.

A tradição passou para além dos fieis católicos e é quase a data quase oficial para desmontar a árvore de Natal e retirar as decorações, inclusive no comércio.

O Dia de Reis é narrado na Biblía pelo evangelista Mateus, na passagem 2,11: “Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra".

Belchior, Gaspar e Baltazar são os reis magos que foram guiados por uma estrela até o local onde Jesus nasceu, em Belém.

Como guardar a decoração de Natal?

Como os enfeites são reaproveitados de um ano para o outro, é necessário um cuidado na hora de guardá-los.

Veja dicas:

  • A árvore de Natal deve ser colocada dentro de um saco plástico, envolvido com fita, para evitar que pegue poeira. O ideal é acomodá-la ainda dentro de uma caixa e guardar na horizontal.
  • Bolas e enfeites delicados devem ser enrolados em plástico bolha e acondicionados dentro de caixas de papelão com divisórias, para evitar que um entre em contato com os outros. 
  • Pisca-pisca deve ser enrolado delicadamente em um pedaço de papelão e depois em plástico bolha, para que não embolem ou acabe queimando as luzinhas.
  • Guirlandas também devem ser enroladas em plástico bolha e guardadas em caixas separadas, sem nenhum outro item por cima, para evitar de amassar o festão ou demais itens decorativos que as compõem.
  • O presépio também ser embrulhado em plástico bolha, com capa peça separada, quando não for peça única, e acomodado em caixas que não sejam muito grandes para que não fique balançando, correndo o risco de quebrar.