Economia
INFORME PUBLICITÁRIO

Com Selic baixa, mercado imobiliário segue aquecido em Campo Grande

Taxas de juros de financiamento mais baixas e acessíveis refletem em vendas e investimentos no setor

Da Redação

08/09/2020 08:30

O setor imobiliário permanece aquecido em Mato Grosso do Sul, devido a não paralisação da construção civil, mesmo com o momento vivido nos últimos meses. 

O segmento é considerado a alavanca para a retomada da economia no país, segundo especialistas. Em Campo Grande, a temperatura medida pelo setor não é diferente.

Em julho e agosto, o otimismo do mercado animou investidores e quem busca por imóveis novos. 

Quem deseja ou sonha com um imóvel consegue hoje adquirir, por exemplo salas comerciais, utilizando financiamentos com juros baixos – influenciados pela queda da taxa Selic (2% ao ano) – , e também devido as propostas atrativas dos bancos. 

Há uma grande expectativa para este 2º semestre do ano no setor.