Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREJUÍZO AO TRÁFICO

PF e PRF fazem maior apreensão de maconha da história em MS

Caminhão com quase trinta toneladas de maconha foi apreendido em Tacuru
20/05/2020 19:41 - Eduardo Miranda


 

Ação conjunta das polícias Federal e Rodoviária Federal resultou, na tarde de hoje, na maior apreensão de maconha já feita por forças federais em Mato Grosso do Sul: 28 toneladas de maconha. Apreensão aconteceu em Tacuru. 

Um homem de 38 anos foi preso pelos federais tentando levar um carreta com maconha escondida em uma carga de milho para a cidade de São Leopoldo (RS), na Grande Porto Alegre (RS). Pelo transporte, o suspeito receberia R$ 40 mil dos criminosos.  

A abordagem teve início em Ponta Porã, quando policiais federais desconfiaram do comportamento de um dos hóspedes de um hotel da cidade. Ao acompanhar o indivíduo, identificaram que ele tinha a carteira de habilitação do tipo “E”, própria para dirigir carretas.  

Com auxílio da PRF, caminhão foi abordado e, em vistoria na carga, foi constatada a existência de vários pacotes de maconha escondidos sob a carga de milho. Motorista disse que pegou o veículo já carregado para fazer o transporte. 

O trabalho de pesagem inicial aponta para cerca de 28 toneladas, mas o trabalho ainda segue durante a noite. A carga foi facilmente identificada pelos policiais federais e rodoviários federais.

 
PF e PRF apreenderam quase 30 toneladas de maconha, maior apreensão da história - Divulgação
 
 

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.