Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DEEP CAUGHT

Três homens são presos em operação de combate a pornografia infantil nesta quarta

Conteúdo encontrado em computador de um dos suspeitos continha material ilícito com crianças de 3 a 5 anos
12/08/2020 09:13 - Gabrielle Tavares


A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) deflagrou nesta quarta-feira (12) a operação “Deep Caught II”, onde foram presas três pessoas que armazenavam pornografia infantil.  

Segundo a delegada responsável pela investigação, Marília de Brito, duas prisões aconteceram, antes das 6h, em Campo Grande, no residencial Ana Maria do Couto e no bairro Carandá Bosque, e uma no interior.  

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão na casa de um dos presos, V.G.B, de 29 anos. Conforme relatório técnico, ele movimentava grande quantidade de arquivos pornográficos infanto-juvenis pela internet.  

Um especialista fez uma busca prévia nos aparelhos eletrônicos de V.G.B, onde foram encontrados uma vasta quantidade de material pornográfico armazenado no computador do acusado, a maioria envolvendo crianças de 3 e 5 anos.

Também foi confiscado uma quantidade de maconha, utilizada para consumo pessoal, que foi encaminhada para a Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), para os procedimentos cabíveis.

V.G.B confirmou que baixava vídeos de pornografia infantil e disse não possuir advogado, nem familiares na cidade. Ele vai responder por armazenar e compartilhar conteúdos ilícitos infantis, além de portar drogas para consumo pessoal.

Informações sobre os demais presos ainda não foram divulgadas.

Deep Caught

O nome da operação é referente às investigações realizadas pela Polícia Civil na deep web, uma camada mais profunda da internet onde atuar os criminosos. Do inglês, o termo significa algo buscado na profundeza.

A primeira fase da operação aconteceu em maio deste ano e prendeu um professor de Matemática, de 35 anos, um agente patrimonial, de 41 anos, técnico de telecomunicações, 29, e estudante de gestão comercial, de 32 anos.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!