Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NOVO MINISTRO

Carlos Alberto Decotelli assume o Ministério da Educação após demissão de Weintraub

Novo ministro é professor, financista e autor de livros, além de Oficial da Reserva da Marinha
25/06/2020 14:34 - Fábio Oruê


Professor Carlos Alberto Decotelli foi nomeado para o cargo deixado por Abraham Weintraub (exonerado no último sábado), no Ministério da Educação, na tarde desta quinta-feira (25). O novo ministro da gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem carreira acadêmica e, além de professor, é autor de livros. Bolsonaro anunciou a escolha em seu Twitter.

Decotelli presidiu o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) no início do governo Bolsonaro, mas deixou o cargo no ano passado para dar lugar a Sérgio Dias, um indicado do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O professor atuou durante toda a transição de governo do presidente junto à equipe do Ministério da Educação, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília. Financista, Decotelli realizou pós-doutorado na Bergische Universitãt Wuppertal, na Alemanha; é doutor em administração financeira pela Universidade Nacional de Rosário, na Argentina; mestre em administração pela Fundação Getúlio Vargas – FGV/EBAPE; MBA em administração pela FGV/EBAPE/EPGE e bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Com entendimento sobre os temas relacionados a finanças, administração e educação, o novo ministro também foi criador do curso Gestão Financeira Corporativa no New York Institute of Finance e coordenador de Finanças Corporativas Internacionais na FGV. Ao longo de sua carreira acadêmica, Decotelli foi professor de Pós-Graduação em Finanças na Fundação Dom Cabral e na FGV; professor e membro da equipe de criação do curso de Pós-Graduação em Finanças na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), juntamente com o juiz Sergio Moro (Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública no mesmo governo) e o professor Edgar Abreu. 

Foi pioneiro no Brasil na criação dos cursos MBA Finanças no Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC), juntamente com os professores Paulo Guedes, Roberto Castello Branco e Antônio de Araujo Freitas Junior. Também lecionou a disciplina Métodos Quantitativos Aplicados ao Design na Universidade Federal do Paraná e atuou como professor de Gestão Financeira Corporativa em Wall Street, no New York Institute Of Finance. É um dos professores criadores do segmento de finanças na Fundação Dom Cabral desde 1996.

Como Oficial da Reserva da Marinha, atou como professor e coordenador do Jogo de OMPS na Escola de Guerra Naval, no Centro de Jogos de Guerra, na equipe do Almirante Almir Garnier.

 
 

Felpuda


Comentários maldosos nos meios políticos dão conta que duas figurinhas que se rebelaram contra os próprios colegas poderão ficar no sereno político e, de forma indireta, serem personagens das próprias manifestações.

Um deles defendeu a redução do número de vereadores, e o outro disse ter vergonha de exercer o cargo. Agora enfrentam altos e baixos na campanha eleitoral.