Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES 2020

PSL segue com dois candidatos à prefeito e chapa será decidida na Justiça

Presidente estadual do partido entrou com ação para destituir Trutis, escolhido na convenção municipal e referendado pelo diretório nacional para a disputa
15/09/2020 16:30 - Da Redação


Com um roteiro hollywoodiano, digno de Filmes como “Jogos Mortais”, a briga interna do PSL de Campo Grande teve mais uma reviravolta e chegou à cúpula do partido, em Brasília. Nesta terça-feira (15), o diretório nacional da legenda, por meio da assessoria de comunicação, reconheceu a convenção realizada no último domingo (13).

Além disso, o diretório ainda devolveu ao deputado federal Loester Trutis o comando da sigla na cidade. O imbróglio teve seu ápice após o parlamentar surpreender a todos ao anunciar sua candidatura a prefeito da Capital durante a reunião partidária. Até então, o nome indicado era do vereador Vinícius Siqueira, que pertencia ao Democratas e acabou mudando de legenda em abril para, especificamente, concorrer ao cargo de prefeito nas eleições deste ano.

Na segunda-feira (14), a presidente do partido em Mato Grosso do Sul, senadora Soraya Thronicke, destituiu o diretório encabeçado pelo deputado federal. No mesmo dia, a senadora anunciou que a legenda iria promover outra convenção, agendada para essa quarta-feira (16), último data para que as legendas realizem suas convenções e confirmem por meio de ata candidatos aos executivos municipais, bem como de vereadores.

A parlamentar insiste que Siqueira tinha sido escolhido após análises técnicas. No entanto, o PSL nacional ‘devolveu’ a presidência municipal a Trutis e confirmou que a convenção válida é a que definiu o nome do deputado como candidato a prefeito, ao lado de Lilian Durães, como candidata a vice-prefeita.

Ouvido pelo reportagem do Correio do Estado, Siqueira afirmou que não tem muito o que dizer sobre o caso, pois agora a decisão caberá à Justiça.”Não tem nada definido, por enquanto, pois a questão está ajuizada. Portanto, vamos aguardar”, explicou.

 

Efeito

 

Ainda no domingo, ao menos três candidatos a vereadores de Campo Grande, pelo PSL, retiraram suas candidaturas depois que a cúpula do partido trocou Siqueira por Trutis: Juliana Gaioso, Lucas dos Santos e Neil Brasil.

De acordo com Gaioso, sua decisão foi tomada após conversa com familiares. “Não seria justo, nem tanto com o Siqueira, mas sim com a população, que já estava encabeçando nossa campanha. Por esse motivo, eu retiro minha candidatura”, explicou.

 

Felpuda


Os bastidores fervem com a ciumeira que vem acontecendo em alguns municípios, onde determinados candidatos estariam sendo mais prestigiados que outros depois das alianças que foram formalizadas nas convenções. As queixas só aumentam, e as lideranças partidárias já não sabem o que fazer, temendo a possibilidade de que a vitória vá para o ralo. A bronca maior está entre integrantes das chapas puras de vereadores que se coligaram na majoritária. E salve-se quem puder!