Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ONLINE

TRE começa a realizar atendimentos pela internet

Usuários devem preencher formulário online para solicitar atendimento
23/04/2020 15:36 - Gabrielle Tavares


 

Cidadão que deseja fazer o primeiro título, transferir domicílio eleitoral ou revisar dados cadastrais podem fazer as solicitações via internet, por meio da Resolução 681/2020 aprovada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) e divulgada nesta quarta-feira (22).

O serviço vai ficar disponível até 6 de maio de 2020 em razão das eleições municipais. Depois desse prazo ficarão suspensas as movimentações do cadastro eleitoral, e não será oferecido outro canal de solicitação se houver indisponibilidade de atendimento pela internet no último dia do prazo.

Quem deseja solicitar alteração de dados cadastrais é necessário consultar, no site do TRE, se possui pendências com a Justiça Eleitoral.

Para solicitar o atendimento é necessário preencher o formulário disponível no Portal do Atendimento Virtual, e anexar os seguintes documentos:

  • Imagem, frente e verso, do documento oficial de identificação com foto;
  • Imagem do comprovante de residência;
  • Para o primeiro título/alistamento, sendo o requerente do sexo masculino e maior de 18 anos, imagem do comprovante de quitação com o serviço militar (exigência apenas para quem nasceu entre os anos de 1975 e 2001);
  • Fotografia, em estilo selfie, do requerente, segurando, ao lado de sua face, o documento oficial de identificação;
  • Outro documento que julgar importante para comprovação da veracidade.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu temporariamente o cancelamento de títulos dos eleitores que não realizaram o cadastro biométrico obrigatório.

Esses eleitores estarão aptos a votar normalmente nas eleições municipais, não é necessário efetuar qualquer providência pela internet, ou comparecimento aos cartórios e postos de atendimento eleitorais. Mas após as eleições esses títulos voltarão a figurar como cancelados no cadastro da corte.

 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!