Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MOTOMAIS

Coluna com dicas e novidades sobre motocicletas

Veja o lançamento da Ducati com a Lego; a maxiscooter da Yamaha e os planos futuros da Harley-Davidson
24/04/2020 07:42 - Edmundo Dantas/AutoMotrix


Quase real

A marca italiana de motocicletas Ducati e a fabricante dinamarquesa de brinquedo de encaixe Lego apresentam o mais recente modelo da linha Lego Technic: a Ducati Panigale V4 R. Na indefectível cor vermelha, a primeira reprodução em peças de montar de uma motocicleta da Ducati é uma cópia em escala reduzida do modelo mais potente da marca de todos os tempos, que entrega 221 cavalos entregues a 15.250 rpm (237 cavalos com o escapamento Performance by Akrapovič) graças ao Desmosedici Stradale de 998 cc R, um motor nascido para competir em pista no campeonato WSBK. Segundo a Lego, quem tiver a oportunidade de montar o brinquedo de seiscentas e quarenta e seis peças descobrirá como a inovadora caixa de 2 velocidades, exclusiva dessa nova reprodução Lego, ativa o motor V4, além de experimentar a inovadora e original suspensão dianteira e traseira, para simular um passeio de GP e se sentir em uma Ducati verdadeira. A miniatura montada mede 32 centímetros de comprimento, 16 centímetros de altura e 8 centímetros de largura e é o primeiro da Lego a incluir uma caixa de marchas para simular diferentes velocidades e técnicas de pilotagem. Outras características são a direção e a suspensão que proporcionam movimento realista. Os freios são a disco, dianteiro e traseiro. Escapamento, para-brisa e painel de instrumentos são os detalhes que tornam essa moto extremamente fiel à versão real. Na Europa, o modelo é oferecido por 60 euros, cerca de R$ 350. Não há previsão para chegada da Lego Technic Ducati Panigale V4 R ao mercado brasileiro.

 
 

A inglesa dos indianos

A fabricante indiana TVS confirmou a compra da Norton. A tradicional marca britânica havia pedido falência após entrar em situação financeira irreversível - uma questão que inclui acusações de fraude em fundos de pensão. Quando o fim da Norton parecia iminente, a TVS surgiu e adquiriu a empresa em um negócio de 16 milhões de libras, o equivalente a R$ 106 milhões. Como as dívidas da Norton superavam 14 milhões de libras, o valor da transação permitiu que os débitos pudessem ser cobertos. Os valores estimados da fraude nos fundos de pensão, que somam outros 14 milhões de libras, não foram mencionados em um primeiro momento pelo novo proprietário da empresa. “A Norton é uma marca britânica tradicional e admirada no mundo todo, o que oferece uma enorme oportunidade para nosso crescimento global. Daremos o nosso melhor para que a Norton recupere o prestígio no cenário motociclístico”, avisou Sudarshan Venu, diretor da TVS Motor Company.

 
 

Nova maxiscooter

A Yamaha já tem a data de lançamento oficial da TMAX 560: 4 de maio. A nova geração da maxiscooter da fabricante japonesa, apresentada mundialmente no Salão de Milão de 2019, substituirá a TMAX 530. A cilindrada passa dos 530 cm³ para 562 cm³ e tanto a potência quanto o torque subiram - de 46,4 cavalos a 6.570 giros e 5,33 kgfm a 5.250 rpm na TMAX 530 para 47,5 cavalos a 7.500 giros e 5,67 kgfm a 5.250 rotações. O câmbio é CVT, com transmissão final por correia. O modelo recebeu um “facelift” e incorporou iluminação full-led, acelerador eletrônico e controle de tração em dois níveis na versão Standard. Já na configuração Tech Max, a maxiscooter agrega ajuste eletrônico do para-brisa dianteiro, cruise control, aquecedores de manopla e de assento e painel TFT monocromático. Sob o assento, é possível se levar um capacete fechado ou dois abertos. Na Inglaterra, a TMAX 560 tem preço sugerido de 12.499 libras, cerca de R$ 72 mil, e a versão Tech Max sai por 14.399, aproximadamente R$ 83 mil. Não há definição sobre a vinda do modelo para o Brasil.  

 
 

Protótipos de futuro

A Harley-Davidson segue seu plano de criar novos integrantes para sua linha de motos - a ideia é lançar cem novos modelos até 2027. A família Adventure deve incorporar mais um integrante. Já o segmento Streetfighter contará com quatro novos vomponentes. E o segmento Cruiser de alta performance também crescerá até 2021.A Harley registrou na Europa a patente de mais duas motos que serão equipadas com o novo motor Revolution Max. Trata-se do segundo integrante da família Streetfighter, uma autêntica Cafe Racer, e uma Flat Tracker para a linha Custom de alto desempenho. Há pouca informação sobre os dois modelos. As fotos e os desenhos dos protótipos indicam que a Flat Tracker deverá estar equipada com o motor de 1.250 cc da PanAmerica, enquanto a Cafe Racer usará o propulsor 975 cc, da Bronx. As novas motocicletas deverão ser lançadas como parte da linha 2022.

 

 
 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!