Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DUAS RODAS

Criatura das cidades: Dafra HD 300

A scooter chega ostentando um desenho europeu
27/04/2020 15:00 - Aldo Tizzani, Automotrix, Minuto Motor


 

Antes da pasmaceira causada pela pandemia do coronavírus, o mercado de scooter de média capacidade cúbica andava agitado. Vários modelos – Honda SH 300i, Kymco Downtown 300i e Yamaha XMax 250 ABS – andam de olho no consumidor que busca agilidade e estilo. Antenada nesse movimento e querendo ampliar sua participação, a Dafra apresentou uma nova versão do Citycom. A HD 300 mantém a base mecânica e a ciclística do “case” de sucesso da marca, mas oferece um design mais moderno e de linhas angulosas, dois anos de garantia e, segundo a Dafra, uma cesta de peças de reposição mais barata que a concorrência. Entre os novos itens de conforto e praticidade, a HD 300 conta com carregador USB, farol e lanterna em leds e abertura do bocal do tanque de combustível e do assento no miolo da chave de ignição. Com preço sugerido de R$ 21.490 – com frete já incluso –, a Citycom HD 300 2021 deverá vender, no primeiro ano, em torno de setecentas unidades, conforme previsão da montadora.

Fabricada pela empresa taiwanesa SYM e montada em Manaus, no Amazonas, pela Dafra, a Citycom HD 300 é voltada para o uso urbano, já que a nova versão não optou pelo para-brisa da S 300i, além de ser mais estreita que sua “irmã”, o que facilita trafegar entre os carros. Apesar de usar o mesmo motor da Citycom S 300i, com 278,3 cc, a HD 300 é 13 quilos mais leve, por isso, sua relação de peso e potência é melhor em 6,8%. A potência máxima é de 27,6 cavalos a 8 mil rpm e o torque é de 2,6 kgfm a 6 mil rpm.  

Com cara de scooter europeia, o novo modelo da Dafra conta ainda com freios ABS de série. Outro diferencial é que, em função do deslocamento da bateria, o espaço sob o assento foi ampliado em 27% – agora são 38 litros sob o banco. Ou seja, dá até para guardar capacete, jaqueta, luvas e outros pequenos objetos. Para aumentar ainda mais a capacidade de carga, a scooter traz de série suporte para baú.

 
 

Primeiras impressões

Dentro da proposta

Cotia/SP - Apesar do local escolhido pela Dafra não ser o mais recomendado – o Kartódromo da Granja Viana –, de cara, a nova HD 300 se mostrou muito ágil, principalmente nas mudanças de direção, em baixas e médias velocidades. Deu até para raspar o cavalete central no asfalto. O bom nível de inclinação se deve ao ajuste das suspensões e da qualidade dos pneus (Metzeler Feelfree) que calçam as rodas aro 16 polegadas. O sistema de freios, com ABS de série em ambas as rodas, é bem dimensionado para as características urbanas do veículo.

Agora, se comparada com à S 300i, a HD 300 oferece uma melhor postura na condução e no desempenho. Mais leve e mais “slim” que o da tradicional versão da Citycom, o comportamento do motor da nova scooter da Dafra agrada. O propulsor, aliado à transmissão CVT, trabalha em harmonia, entregando torque e potência na dose certa. Com certeza, o piloto larga na frente dos carros quando o semáforo fica verde, já que a scooter esbanja força nas acelerações e retomadas. Já na estrada, a HD 300 mantém, sem forçar, uma velocidade de cruzeiro de 120 km/h.  

 
 

Felpuda


É quase certo que a aposentadoria deverá ocorrer de maneira mais rápida do que se pensava em determinado órgão. O que deveria ser a tal ordem natural dos fatos acabou sendo atropelada por acontecimentos considerados danosos para a imagem da instituição. Os dias estão passando, o cerco apertando e já é praticamente unanimidade de que a cadeira terá de ter substituto. Mas, pelo que se ouve, a escolha não deverá ser com flores e bombons de grife.