Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

Nova frota escandinava da Volvo

A marca apresenta na Europa nova geração dos caminhões FH, FM e FMX
04/03/2020 14:30 - Luiz Humberto Monteiro Pereira/AutoMotrix


 

A demanda crescente do setor de transportes está gerando uma lacuna de motoristas qualificados na Europa. No “Velho Continente”, cerca de 20% das vagas de profissionais para conduzir os veículos não são preenchidas. Para ajudar as transportadoras a recrutar e reter os melhores profissionais, a Volvo acaba de apresentar na Europa a nova geração dos caminhões FH, FM e FMX. Os novos pesados da marca sueca disponíveis no continente europeu têm novidades na eletrônica embarcada, na ergonomia da cabine e na segurança. Segundo a fabricante, as inovações visam manter a Volvo na vanguarda das tendências na indústria mundial de caminhões. “Nosso objetivo é ser o melhor parceiro de negócios de nossos clientes, tornando-os ainda mais competitivos e ajudando-os a atrair os melhores profissionais para dirigir”, afirma Roger Alm, presidente da Volvo Trucks. Não há previsão para a chegada dos novos modelos ao Brasil e à América Latina.

O exterior das cabines da nova geração dos caminhões FH, FM e FMX foi atualizado, com novos faróis e grade, criando um design contemporâneo. Os faróis em forma de V agora se alinham com os traços delineados pelas portas na cabine. As setas também foram movidas para a porta, proporcionando uma aerodinâmica aprimorada e um visual mais imponente. O novo painel frontal traz ainda a logomarca Volvo em tamanho maior, tornando o FH facilmente reconhecível, mesmo à distância. A nova geração dos modelos FM e FMX europeus teve as cabines totalmente reformuladas. Seu volume chega a ter um metro cúbico a mais do que a anterior, proporcionando mais conforto e melhorando a ergonomia. A visibilidade é ainda melhor, graças a janelas maiores, à linha de porta rebaixada e aos novos espelhos.

Visibilidade, conforto, ergonomia, baixo nível de ruído e elevada segurança foram os principais pontos focais no desenvolvimento das cabines da nova geração Volvo. Dentro, o conforto foi aprimorado com um isolamento reforçado, que proporciona menos trocas térmicas com o exterior (menos entrada de ar frio ou quente) e menos ruído. Uma unidade climatizadora com filtro de carbono garante a boa qualidade do ar em todas as condições. Um painel inteiramente novo, com interface de informações moderna e intuitiva, monitora todas as funções dos veículos. Os instrumentos agora são totalmente digitais, inseridos em uma tela de 12 polegadas que facilita a visualização. As funções podem ser controladas por meio de botões no volante, por controle de voz ou “touchscreen”. Há também um display secundário de 9 polegadas para informações complementares, navegação, monitoramento de câmeras e entretenimento.

 
 

Na percepção da Volvo, não haverá uma única fonte de energia que atenda a todas as demandas por combustíveis alternativos. Por isso, continuarão sendo oferecidos motores a diesel Euro 6 e também versões a gás natural, gás natural liquefeito (GNL) e biogás. Na Europa, o novo Volvo FH também pode ser adquirido com o pacote I-Save, equipado com motor a diesel D13TC Euro 6 de alta eficiência, com economia de combustível e reduções de CO2 significativas.

Mas os novos caminhões FH, FM e FMX não seriam realmente um lançamento da Volvo se não incluíssem inovações em segurança. Os novos modelos trazem recursos inéditos que ajudam a evitar acidentes. Entre eles, está o Ajuste Automático de Farol Alto, que abaixa os faróis automaticamente em rodovias, de acordo com o tráfego contrário ou proximidade com veículos à frente. Outra novidade é o Piloto Automático Aprimorado – em descidas, o dispositivo aciona automaticamente os freios para manter a velocidade constante. A nova geração Volvo tem um sistema capaz de reconhecer a sinalização rodoviária – avisos de placas de ultrapassagem proibida, limite de velocidade e outros são captados e exibidos no painel de instrumentos. Uma nova câmera fornece visão lateral complementar, com imagens projetadas no display secundário do painel, ajudando o motorista a enxergar a área ao lado da cabine que retrovisores não cobrem.

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.