Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMINHÃO

Scania comemora 63 anos de Brasil

A montadora homenageia caminhoneiros brasileiros com lançamento de edição especial “Heróis da Estrada” dos modelos R 450 6x2 e R 410 4x2
15/07/2020 10:00 - Luiz Humberto Monteiro Pereira/AutoMotrix


Quando o marketing precisa movimentar os negócios, uma comemoração é sempre uma boa oportunidade. Contudo, nos tempos atuais, em meio à pandemia do coronavírus, poucas empresas têm algo a festejar. Assim, a Scania aproveitou a data dos seus sessenta e três anos de presença oficial no Brasil para anunciar o lançamento de uma edição especial dos modelos R 450 6x2 e R 410 4x2, intitulada “Heróis da Estrada” – uma oportuna homenagem à atuação dos caminhoneiros brasileiros, que ajudam a manter o país abastecido durante o período de isolamento social. “Estamos orgulhosos pelos sessenta e três anos de Brasil, reconhecidos por pioneirismos e por soluções personalizadas de produtos e serviços. Foi pensando em apoiar o negócio do cliente que montamos uma edição especial com o mais completo pacote de soluções já personalizado. Além de disso, é uma homenagem àqueles que movem o Brasil sobre rodas, os motoristas, autônomos e transportadores de todos os tamanhos de frotas”, explica Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil.

A edição especial “Heróis da Estrada” é numerada e limitada a trezentas e cinquenta unidades, dos modelos R 450 6x2 e R 410 4x2, ambos na versão teto alto Highline. A cor exclusiva é a vermelho Hero (herói em inglês) e o grifo, animal mitológico símbolo da Scania, aparece de uma forma inédita ao longo da cabine. “O cliente deste tipo de caminhão não abre mão da exclusividade da cor. E o grifo na cabine gera uma maior identificação e representa a força nas estradas”, salienta Silvio Munhoz, diretor de Soluções de Vendas da Scania no Brasil. Além de todas as tecnologias apresentadas no ano passado com a chegada ao mercado dos caminhões da nova geração Scania, a edição especial “Heróis da Estrada” marca a introdução da tecnologia Actcruise, a evolução do controle de cruzeiro Ecocruise. O Scania Actcruise atua por meio de posicionamento via GPS e um mapa topográfico integrado ao módulo de conectividade para gravar rotas e aproveitar aclives e declives de maneira mais eficiente. Dessa forma, o caminhão poderá economizar mais de 3% de combustível. “Neste momento, o transportador precisa aumentar sua rentabilidade, ou seja, retirar o máximo de dinheiro do veículo”, complementa Munhoz.

 
 

A nova edição especial chega com três pacotes à escolha do cliente. O Pacote Estilo traz defletores, saia lateral e pintura customizada nos para-lamas, na grade frontal e na saia lateral. Já o Pacote Segurança é composto de airbag lateral de cortina (exclusividade no Brasil para proteção do motorista em tombamentos), freio de emergência (AEB), sistema de estabilidade (ESP), assistente de mudança de faixa (LDW) e sensor de chuva. E o Pacote Conforto sai equipado com climatizador, geladeira, volante de couro, painel de instrumentos colorido com 7 polegadas e sistema multimídia com tela de 5 polegadas e Bluetooth.  “O mercado está começando a ver sinais de retomada e o Brasil precisará de muitos caminhões para a recuperação da economia A edição especial ‘Heróis da Estrada’ chega com preço muito competitivo para os clientes se prepararem nesta gradativa recuperação do mercado, com uma frota nova. Além de ser uma boa oportunidade para quem deseja comprar o primeiro zero-quilômetro, pois só começará a pagar seis meses depois”, ressalta o diretor de Soluções de Vendas da Scania. Já o seguro terá 12% de desconto e parcelamento em até dez vezes sem juros. 

Em termos de soluções de serviços, há três condições especiais inclusas nos modelos “Heróis da Estrada”. O Programa de Manutenção Premium Flexível tem 15% de desconto. O mais completo plano oferecido reduz em até 25% os custos de manutenção e contempla as preventivas e as corretivas de forma individualizada e personalizada. A cobrança é por quilometragem (se não rodou, não paga) e de acordo com faixas de consumo de combustível (se consumiu menos, paga menos). O comprador leva de graça o Pacote Desempenho (o sistema de gestão mais completo via conectividade), que permite acompanhamento em tempo real tanto do veículo quanto da forma de condução, individualmente, e garante a diminuição imediata de custos com combustível, desgaste de pneus e manutenção. Outra novidade é que pela primeira vez uma edição especial inclui treinamentos, pelo Driver Services. Estão adicionados quatro módulos online exclusivos e três sessões de Driver Coaching ministrados pelos instrutores “Master Drivers” da rede Scania.

Com a “Heróis da Estrada”, a Scania chega a doze séries ou edições especiais. Em 1991, foi lançada a primeira delas, a “Jubileum”, que marcou a comemoração do centenário mundial da fundação da marca. Com a chegada do novo milênio, em 2000, foi criada a “Millenium”, com mil unidades. Em 2001, a edição “Horizontes” resgatou a típica cor laranja, que celebrizou os “jacarés” dos anos 60 e 70, e 80-81. No mesmo ano, chegou uma das mais lembradas até hoje, a “Rei da Estrada”, com o retorno do motor V8 e da injeção eletrônica. Em 2007, coube à edição “Silver Line” comemorar os cinquenta anos de Brasil. Em 2010, outro momento para celebrar o V8 com a “King of the Road”. Em 2012, o R 440 foi a base da edição cinquenta e cinco anos de Brasil. Em 2015, chegou a “Griffin Edition”, nas versões R 440 e R 480, na cabine Streamline. Em 2017, a edição “60 Anos” trouxe o R 440 com a cor azul celeste e as faixas icônicas do T 113 para celebrar seis décadas no país. Na Fenatran de 2019, as primeiras edições especiais da nova geração de caminhões Scania: a “V8 – 50 anos” e o R 450 série “Vintage”. 

 
 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.