TEST DRIVE

Troller TX4

Maior capacidade off road, mais conforto e tecnologia
07/02/2020 13:57 - Leandro Gameiro


 

Você deve estar olhando para o Troller e pensando: “O que mudou, além dessa cor diferenciada e para-choques off road?” Viu? Já falei duas mudanças que talvez você não tenha percebido, mas o TX4, além dessas diferenças, ainda vem com sistema de som JBL, que inclui multimídia e, o principal, câmbio automático. Muito esperado, pois desde a sua mudança radical, em 2014, o público deste segmento pedia por tal mudança. Mas, calma, o com câmbio manual continua com a mesma nomenclatura T4.  

Apesar de mais completo e requintado, o TX4 ainda está sem airbags, e a justificativa é que ele é homologado como protótipo, portanto, não tem a obrigatoriedade desse item de segurança, além do que, a implantação no modelo acarretaria aumento dos preços do T4 e TX4, mas, a marca estuda as possibilidades.  

 
 

Um pouco da história

A Troller é uma empresa 100% brasileira desde 1997. Em 2007 foi comprada pela Ford, marca mundialmente conhecida, e vem se transformando desde então.  

Em 2014 foi o “boom”, e o T4 foi totalmente renovado, oferecendo mais conforto e tecnologia. Agora, para completar a gama de modelos, a Troller trouxe o TX4, com maior capacidade off road, mais conforto e conveniência para o aventureiro. Além do câmbio automático, chamam atenção as novas cores dos acabamentos, azul naval, que acaba sendo predominante, mas você pode escolher as cores da carroceria entre marrom trancoso, verde maragogi e prata geada, porém, no documento, seu Troller vai ser azul. Outra grande novidade é o câmbio automático de seis velocidades e bloqueio traseiro de diferencial. Completando os itens que oferecem comodidade, vem com multimídia de 6,75” e acendimento automático dos faróis.  

São três modos de condução: normal, sport e manual. E por que não um pneu maior? Pois, “a maioria dos pneus off road não atendem as normas brasileiras”, disse Rafael Marzo, responsável pelo desenvolvimento do produto. Sendo assim, o pneu utilizado é o único homologado, com eficiência energética para o unir o útil ao agradável, sem prejudicar o desempenho do jipe.  

 

 
 

Impressões ao dirigir  

Ao chegar na fábrica da Ford, onde tem as pistas exclusivas para teste dos modelos, nos deparamos com a nova versão do Troller, e o primeiro contato foi na pista on road, para sentir as mudanças e perceber que mesmo sendo um “bruto” no visual, se comporta muito bem no asfalto.  

O TX4 está com uma acústica melhorada, melhor sensação de pilotar, menos rolagem de carroceria e freios aperfeiçoados.  O câmbio automático de seis velocidades se comporta muito bem com o motorzão 3.2, de 200cv e 47 kgfm de torque.  

As dimensões do jipe continuam as mesmas, 4,16 de comprimento, com 2,58 entre-eixos e 1,99 de largura com os espelhos retrovisores. Claro que também testamos a habilidade do jipão na lama, uma sensação única e incrível com muita diversão.  

Quer saber mais do mundo automotivo? Siga-nos nas mídias sociais como @correioveiculos e @correioestado.

 
Teste no Troller TX4 - Leandro Gameiro
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".